PUBLICIDADE
Jornal

VERSÃO IMPRESSA

Centro de Inteligência será inaugurado em 8 de dezembro

| SISTEMA DE SEGURANÇA INTEGRADA |

24/04/2019 06:58:44
?ANDRÉ Costa e Camilo Santana no evento da Academia de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Ceará
?ANDRÉ Costa e Camilo Santana no evento da Academia de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Ceará (Foto: Mauri Melo)

O Centro Integrado de Inteligência e Controle para o Combate ao Crime Organizado no Nordeste, sediado em Fortaleza, será inaugurado no dia 8 de dezembro. A data foi confirmada pelo governador do Estado, Camilo Santana (PT), ontem, durante aula inaugural do curso de formação de oficiais da Polícia Militar do Ceará (PMCE).

O Centro de Inteligência funcionará no Palácio Iracema, na avenida Washington Soares, que já sediou o Governo do Estado nas administrações de Lúcio Alcântara e Cid Gomes.

O Centro será ligado ao Ministério da Justiça, que, no governo Bolsonaro (PSL), terá Sérgio Moro à frente. O órgão é hoje tocado pelo Ministério da Segurança Pública, que será fundido ao da Justiça, dando origem à pasta que será comandada por Moro.

Na última quarta-feira, Camilo e o titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, se reuniram com Raul Jungmann, atual ministro da Segurança Pública, em Brasília.

De acordo com Camilo Santana, neste mês de novembro, representantes de todos os estados do Nordeste desembarcam no Ceará, assim como equipes do Ministério da Justiça, e da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

O efetivo deve integrar o corpo técnico de profissionais que vai trabalhar no Centro Integrado de Inteligência do Nordeste. De acordo com a SSPDS, o treinamento destes profissionais ocorre no fim de novembro, com duas a três semanas de duração.

Camilo afirmou ainda que o órgão, implantado no Ceará, servirá como exemplo para outras iniciativas. Segundo o governador, serão cinco Centros Regionais de Inteligência no País. "O Sistema Único de Segurança Pública foi muito debatido. Há uma necessidade clara que esse sistema funcione integrado. O Nordeste parte na frente com esse centro, e eu acho que servirá de exemplo para o novo governo (federal) que se instalará a partir de janeiro", projeta Camilo. (Italo Cosme/ Especial para O POVO)

Leia Mais nas páginas 4 e 5

Clique na imagem para abrir a galeria

TAGS