PUBLICIDADE
Jornal

Tráfego é liberado na Aguanambi, mas obras permanecem

| AVENIDA | Entrega da requalificação completa agora está prevista para outubro

04/09/2018 01:30:00
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1]

Desvios e bloqueios de trânsito acabaram na avenida Aguanambi. Porém, canteiros centrais, calçadas e estações de ônibus do Bus Rapid Transit (BRT) ainda não estão prontos. A requalificação completa só será entregue no fim de outubro, de acordo com a Secretaria da Infraestrutura de Fortaleza (Seinf).

[SAIBAMAIS] 

Com extensão de 2,5 km, agora são quatro faixas por sentido, sendo uma para transportes coletivos, incorporadas mais tarde ao BRT. Por conta de intervalos de via inacabados, alguns trechos estão com apenas duas faixas liberadas.

 

A titular da Seinf, Manuela Nogueira, e o coordenador de obras da pasta, Guilherme Gouveia, acompanharam ontem o primeiro dia útil de via liberada. "A gente entregou o tráfego na Aguanambi sem nenhum tipo de interrupção. Desde a rotatória, inclusive na Borges de Melo, que estava bloqueada à esquerda, até chegar à avenida Domingos Olímpio", pontua Gouveia.

 

Pedestres ainda enfrentam problemas de locomoção. Luciana Ferreira, que passa pela avenida diariamente, afirma que "ainda é complicado porque tem calçadas quebradas". Ela ressalta a dificuldade para atravessar. "Se tivesse uma passarela seria melhor", aponta para o cruzamento com a rua Coronel Pergentino Ferreira. Uma passarela com elevador integra a requalificação e está localizado próximo aos viadutos da avenida 13 de maio e de acesso à BR-116. Para quem se desloca de carro, como aponta o professor Eugênio de Souza, "as sinalizações estão bem visíveis e o trânsito está andando mais rápido". Agentes de trânsito ficarão pela via ao longo desta semana para auxiliar condutores.

 

Conforme a Seinf, modificações como revitalização de três praças estão no pacote completo da obra, a ficar pronto no fim do próximo mês. Ciclovias, paisagismo e sistema de irrigação também serão entregues.

 

Uma das mudanças mais expressivas é a criação do binário das ruas Padre Matos Serra e Coronel Solón. Um motivo de dúvida de condutores é o uso do viaduto que dá acesso à BR-116. A elevação possui quatro faixas, sendo só duas liberadas e em um único sentido (Centro-Messejana). Quem trafega em transporte particular na direção Messejana-Centro não pode acessar o viaduto. "As duas faixas Messejana-Centro são exclusivas para ônibus e só não estão funcionando normal por conta do BRT que não está pronto", afirmou Guilherme Gouveia.

 

A Seinf não deu previsão para o início do BRT da Aguanambi. Até lá, as paradas de ônibus continuam em abrigos junto à calçada. As novas estações do BRT devem começar a funcionar ao fim da próxima e última etapa da obra.

MATHEUS FACUNDO

TAGS