PUBLICIDADE
Jornal

Ceará integra mobilização do Dia Mundial da Limpeza

| VOLUNTÁRIOS| Capital, Região Metropolitana e cidades do litoral têm ações específicas a partir das 6 horas da manhã

15/09/2018 01:30:00
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1]

O movimento surgiu na Estônia, em 2008. Mais de 50 mil pessoas resolveram se unir para realizar algo simples, mas que fez toda a diferença: limpar o país inteiro em apenas cinco horas. Dez anos depois, a data ganhou adesão de 120 nações como Dia Mundial da Limpeza. E, neste 15 de setembro, moradores da Capital e Região Metropolitana e cidades do Litoral e do Interior devem coletar resíduos sólidos em vias, praias, lagos, rios e florestas, mas não só. Fazer a conscientização com ações de preservação ambiental.

 

A partir das 6 horas da manhã de hoje, centenas de voluntários devem se dirigir aos pontos escolhidos, com luvas nas mãos, para iniciar a ação. Os dez pontos da coleta de lixo a ser feita por moradores, associações e empresas são Parque do Cocó; Barra do Ceará; avenida Beira Mar; Maranguape; Porto das Dunas, em Aquiraz; três praias de Icapuí (Ponta Grossa, Requenguela e Praia de Tremembé) e duas praias de Aracati (Canoa Quebrada e Quixaba).

 

Educador ambiental, Juaci Araújo coordena a limpeza na área próxima ao píer do rio Ceará, na Barra do Ceará. Ele diz que 80% do lixo encontrado à beira da praia é de plástico, um dos resíduos mais prejudiciais à vida marinha. Em pouco tempo, o material se transforma em microplástico, pequenas partículas que os animais aquáticos confundem com comida, se alimentam delas e acabam morrendo.

 

"Tem uma maior quantidade de garrafas PET, embalagem de limpeza, latas e tampinhas. Na área de manguezal, é mais difícil realizar a limpeza por conta das raízes e do ambiente com água", diz.

 

O Estado tem somente quatro aterros sanitários públicos em Caucaia, Sobral, Brejo Santo e Aquiraz e um aterro privado em Senador Pompeu. O restante dos resíduos vai para mais de 300 lixões espalhados por todo o Ceará.

Um dos maiores gargalos que prejudicam a preservação do meio ambiente, de acordo com Juaci, é a educação ambiental. Ele defende que toda a rede de ensino, seja pública ou particular, precisa acrescentar urgentemente disciplinas sobre preservação do meio ambiente.

 

Yuri Mamede, secretário-executivo da Associação dos Moradores e Empreendimentos do Porto das Dunas, afirma que a entidade participa de ações de limpeza desde 2010. Ano passado, somente nesse distrito de Aquiraz, foram recolhidos 13 toneladas de resíduos sólidos. A maioria formada por plásticos. Para este ano, devem se reunir cerca de 300 pessoas para a limpeza desde a foz do rio Pacoti até o Golf Ville, num total de seis quilômetros de faixa de praia.

 

Titular da Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema), Artur Bruno alinha que, em 2016, foi entregue o Plano Estadual de Resíduos Sólidos para os próximos 20 anos, com ações de curto, médio e longo prazo. Em outubro do ano passado, foram feitos 14 Planos Regionais de Resíduos Sólidos, que contemplavam as cidades do Interior e do Litoral do Estado. Até o início de 2018, 81 planos de coleta seletiva foram entregues e 103 empresas foram selecionadas para realizar essa coleta em todas as cidades do Ceará.

 

O prazo é até outubro de 2019 para que todos os municípios implementem a coleta seletiva e, assim, exigir um local para recolher somente lixo que não se possa reciclar. "Será feito um trabalho de conscientização sobre a importância de haver coleta seletiva. Os aterros sanitários só recolherão material que não pode ser reciclável", afirma. Assim, segundo Artur Bruno, os espaços para recolher o lixo serão cada vez menores.

 

Números

 

10 Locais do Ceará receberão mobilização a partir das 6 horas da manhã de hoje, sendo 3 na Capital e 2 na Região Metropolitana

 

Serviço

 

Lista completa dos locais onde as pessoas vão se reunir para o Dia Mundial da Limpeza:

https://bit.ly/2xlg462

 

ANGÉLICA FEITOSA

TAGS