PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Moradores de antiga escola ocupada e condenada aguardam moradia

03/05/2018 01:30:00

Felipe Santos, 28, vendedor ambulante que mora na antiga escola Jesus, Maria, José, no Centro, conta que, tão logo 78 famílias ocuparam o local, em 2016, técnicos da Defesa Civil vistoriaram o espaço e o consideraram “condenado” — ou seja, impróprio para moradia. Mesmo assim, por não terem outra opção, os ocupantes decidiram continuar lá. Agora, eles aguardam ser chamados pelo cadastro no programa Minha Casa Minha Vida.


Mostrando um dos quartos — que abrigam duas ou mais famílias — Felipe apontou para o teto, com telhas em falta, e disse que, nos dias de chuva, o lugar encharca. Já em outro quarto, madeiras quebradas saltam do chão formando crateras farpadas e são risco para as crianças que, vez por outra, brincam ali de correr.


Já outro espaço, de tão deteriorado, é usado apenas para secar roupas lavadas. “O risco é maior. Mais fácil de cair. A coordenação (da ocupação) não botou nenhuma família aqui, porque se cair só estraga roupa”, comentou. (Luana Severo)

Gabrielle Zaranza

TAGS