PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Evento homenageia mulheres que nadam no mar e denuncia poluição nas praias

O evento realizado ontem, na Praia de Iracema, também tinha o objetivo de dar visibilidade à prática de natação em águas abertas

05/03/2018 01:30:00
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1]

Nadar em mar-aberto é se entregar ao prazer de uma imensidão de água e às suas intempéries. Força, resistência, correntezas, reboliços, calmaria. Ainda assim, a natação no mar não significa riscos, se praticada com os cuidados necessários. Nove nadadoras que frequentemente se lançam ao mar na costa de Fortaleza foram homenageadas em alusão ao Dia Internacional da Mulher — comemorado no próximo dia 8. O Mulheres ao Mar, na manhã de ontem, no Aterro da Praia de Iracema, também alertou sobre os prejuízos da poluição na praia.


Christie Bechara, umas das organizadoras do evento, explica que cada mulher representou um grupo de nado da Cidade. “Esse evento também tem o outro lado que é dar visibilidade à natação em águas abertas. Temos uma costa marítima absurdamente vasta no nosso País e a gente está buscando todo o incentivo possível para a prática em Fortaleza. Começamos este evento como o primeiro de muitos que virão com temáticas diversas. Esse mês escolhemos homenagear as mulheres”, destaca. Elas são, segundo estimativa dos grupos de nado de Fortaleza, 31% do público de atletas na Capital.


Conforme a empresária consultora em sustentabilidade, cada grupo tem o próprio modelo de atuação, alguns núcleos tem foco mais atlético para pessoas que fazem competições em águas abertas, outros grupos são mais para iniciantes, com dias e horários diferentes durante a semana. De acordo com ela, a maioria dos grupos não cobra pela participação. “Algumas assessorias com mais estrutura, sim”, diferencia


Há 17 anos, Alessandra Palmazzo Sanches, 37, começou a nadar no mar ainda “com muito medo”. Hoje, ela vê no contato com a natureza uma oportunidade de “colocar para fora as tensões”. “Um momento de bem estar, saúde e autoestima” para supervisora escolar, que concorre em competições do tipo. Os treinos são um encontro marcado todos os dias depois do trabalho.


Lucia Gualberto, 58, começou mais recentemente. Há dois anos a aposentada aceitou o convite de um amigo para “enfrentar o mar”. “Na piscina você tem limite, chega na borda. No mar você não tem, é uma sensação de liberdade, de ir além. Eu já contornei o Mara Hope. Antes, eu só via da Cidade para o mar, e lá eu vi do outro lado. A gente sente muito a presença de Deus”, reflete. A prática, para Greyce Feijão, 40, melhora o condicionamento físico e resulta em energia para o dia inteiro. “É totalmente diferente de nadar na piscina. Todo treino é uma surpresa”, conta a jornalista.


Os principais elementos para o nado no mar são a segurança e o bem estar do praticante, prioriza Euler Pontes, 57, um dos organizadores. A Praia de Iracema é como se fosse casa para o engenheiro civil, que resume os cuidados a partir da experiência de mais de 40 anos praticando a atividade no local. “A dica antes de entrar no mar é aprender a técnica na piscina com um educador físico. No mar, tem que usar sempre o flutuador, que é segurança para o nadador e sinalização para as embarcações”, orienta. Ele alerta para os problemas que a sujeira causa. “Quando chove, a frequência é menor. Mas não é por preguiça do pessoal, é por causa da sujeira. Acumula lixo aqui, as bocas de lobo jogam sujeira no mar”, testemunha.


Ele ressalta algumas diferenças de técnica e cuidados do nado em águas abertas. “É preciso se adaptar à ondulação, marolas e a correnteza do mar. Tem que complementar a respiração lateral com as respirações frontais para ver a orientação do percurso e visualizar outros nadadores”, aconselha sobre a prática que, para ele, é “quase uma religião”.

 

CUIDADOS PARA NADAR NO MAR


ESCOLHA
um grupo ou assessoria de natação que se enquadre com seus objetivos e nível


ITENS
OBRIGATÓRIOS:
flutuador amarrado ao corpo (comprado ou alugado em barracas de praia) e óculos para natação


É RECOMENDÁVEL o uso de touca, protetor auricular e roupas apropriadas


ALIMENTE-SE de forma mais leve até cerca de 1 hora antes de ir ao mar. Mas não pratique sem se alimentar


LEMBRE-SE que o esforço físico para nadar no mar é maior do que para nadar na piscina


SERVIÇO


Assessorias e grupos de nado em Fortaleza


Sharks Assessoria -(@sharksnatacao): (85) 9 9793.6628


Nadare - (85) 98838.7646/


Sâmia Santiago Assessoria Esportiva (@sammuasantiagoae): (85) 98902.9221


Mar Adentro (@maradentrofor): (85) 98834.3400


GVNC - Grupo Vem Nadar Ceará (@vemnadarce)


Equipe Bacurim Swim (@equipebacurimswim)


Grupo MMM - Meninos e Meninas do Mar


Maré Alta


Napa - Nado Amigo Parquelândia


*Alguns grupos não têm telefone e podem ser contatados pelas redes sociais

TAGS