PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Aprovação de alunos da rede pública para o ensino superior cresce 25 %

| EDUCAÇÃO | Mais de 16 mil estudantes oriundos de escolas públicas do Ceará conseguiram ingressar em universidades públicas e privadas no último ano

01:30 | 09/03/2018

GOVERNADOR anunciou número de aprovações em evento que teve estudante Sâmia Lima homenageada  CARLOS GIBAJA/ GOVERNO DO ESTADO
GOVERNADOR anunciou número de aprovações em evento que teve estudante Sâmia Lima homenageada CARLOS GIBAJA/ GOVERNO DO ESTADO
O Ceará teve no último ano 16.897 alunos da rede pública obtendo aprovação para ingressar no ensino superior. O número é 25% superior ao observado em 2016, quando o Estado teve 13.516 estudantes que conseguiram ingresso em universidades e faculdades.  

Esse é o melhor desempenho da rede estadual em termos de aprovação na história. Os dados do Governo do Estado contemplam vestibulares de instituições públicas e privadas. Em 2015, o número foi de 10.121 aprovados. 

Com 90.544 alunos matriculado no último ano do ensino médio em 2017 na rede estadual, a taxa de aprovação foi de 18,6%. Ou seja, por volta de um a cada seis estudantes conseguiram ingresso em instituições de ensino superior. 

Aos 33 anos e mãe de cinco filhos, Sâmia Mara de Moura Lima foi uma dessas aprovadas. Moradora da zona rural de Russas, ela se viu obrigada a interromper os estudos em mais de uma oportunidade para cuidar dos filhos ou das gestações que teve. A perseverança foi premiada com aprovações nos cursos de Filosofia da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (Uern) e Administração na Faculdade do Vale do Jaguaribe (FVJ). “Eu passava o dia trabalhando e à noite eu tinha que ir para escola. Todos os dias ia dormir 1 hora da madrugada estudando, para acordar às 5 horas da manhã. Eu tenho cinco filhos, sou mãe, sou aluna e sou esposa. Acima de tudo, eu sou mulher. Sou guerreira e ‘batalhadeira’. Como outras mulheres, mesmo com todas as críticas que recebi, com todas as dificuldades, eu não desisti. Eu sabia que iria conseguir”, discursou Sâmia, homenageada no evento de ontem no Palácio da Abolição. Os dados de recorde de aprovações foram revelados pelo governador Camilo Santana (PT). O chefe do Executivo Estadual comemorou o aumento no número de aprovados, destacando o investimento em educação como caminho para a construção de uma sociedade menos violenta e de mais oportunidades. 

“É impressionante como os números vêm crescendo ano a ano. E em cursos importantes como de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC), o curso de Engenharia, de Odontologia. No passado, só quem tinha oportunidade de ingressar em grandes cursos do Ceará e fora do Estado era quem estudava em escola particular”, afirmou Camilo. 

O governador garantiu ainda que os alunos da rede pública que ingressaram na universidade continuarão recebendo assistência.  

“Temos o programa Avance Bolsa Universitário, que garante um auxílio financeiro de um salário mínimo durante os seis primeiros meses na universidade”, complementou o governador. 

Sabrina Alves, 19, foi aprovada em 2º lugar em Ciências Econômicas da UFC e conseguiu vaga na 2ª chamada do Sisu para Direito, mas optou pelo primeiro curso. Depois de cursar o ensino médio na Escola Profissional Ângela Borges, na Praia do Futuro, e integrar o projeto ‘ALcance,’ da Assembleia Legislativa, ela se diz empolgada com as aulas na Universidade, que começaram na última semana.  

“Ainda estou descobrindo as coisas. A rotina é totalmente diferente. A escola que eu estudava é nova, tem apenas quatro anos, com boa estrutura e professores engajados”, conta. 

Aluna do 3º ano da Escola Paulo Benevides, em Messejana, Pâmela Sousa deseja engrossar as estatísticas de aprovação do próximo ano. “A gente pode conseguir. Esses números de hoje mostram isso. Minha escola tem ótimos resultados. Eu sei também vou ser prova viva disso, sendo aprovada no Enem”, afirma a estudante de 17 anos, que sonha cursar Educação Física. 

Titular da Secretaria Estadual da Educação (Seduc), Idilvan Alencar destacou três fatores como pilares para o crescimento no número de aprovados. 

 

“Professor motivado, trabalhar com empenho de gestão para apresentação de bons números e dar estrutura e condições para surgirem novas ideias faz com que hoje tenhamos muito a comemorar”, ressaltou o secretário. 

 

APROVAÇÃO

13,5 mil alunos da rede estadual ingressaram em instituições de ensino superior em 2016 

16,8 mil estudantes da rede estadual foram aprovados em universidades e faculdades em 2017