PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Restauradas, obras de Sérvulo Esmeraldo são entregues

| FORTALEZA | Quatro obras do artista plástico foram refeitas e devolvidas à paisagem urbana de Fortaleza

01:30 | 02/02/2018

OBRA PULSAÇÃO está instalada sob viaduto no Cocó MAURI MELO
OBRA PULSAÇÃO está instalada sob viaduto no Cocó MAURI MELO
“Artistas fazem em vida algo para ser eternizado”. A fala do prefeito Roberto Cláudio (PDT) na manhã de ontem, durante entrega de uma das quatro obras do artista plástico Sérvulo Esmeraldo restauradas e devolvidas à Cidade, representa um olhar mais apurado de Fortaleza para os seus. Pulsação, escultura concebida pelo artista em 1980, havia desaparecido após um incêndio. Ela foi recriada por equipes do Instituto Esmeraldo, que detém os direitos autorais, a partir das indicações deixadas pelo próprio Sérvulo. A obra agora está localizada no viaduto Antônio Martins Filho, no encontro entre as avenidas Antônio Sales e Engenheiro Santana Júnior, no Cocó.

“Para esta obra, Pulsação, o Sérvulo deixou em seus cadernos todas as dimensões, o material usado, as cores, as maquetes. Ela foi elaborada também a partir de fotografias”, explica Dodora Guimarães, viúva de Sérvulo e curadora de artes plásticas. Emocionada com o presente que foi dado à Cidade, ela conta que todas as obras de Sérvulo do período mais maduro de seu trabalho foram criadas para serem partes da paisagem urbana. Elas se adaptam, segundo ela, muito bem à urbanização. Os quatro trabalhos do artista foram contempladas pelo Projeto Reconstrução e Restauro, e inaugurados um dia antes de completar um ano de morte dele. Em execução desde 2017, a iniciativa devolve ao acervo urbano quatro obras do artista plástico inteiramente restauradas. Dodora conta que o marido tinha um grande interesse no movimento. Por isso, Pulsação tem um motor que faz com que os discos nas cores preto, azul, amarelo, vermelho, branco e verde rodem de forma não alinhada, incessantemente.

O prefeito afirmou que a inauguração representa a memória de um dos nossos maiores artistas e está instalada em um local que provocou bastante polêmica na Cidade. Ele se referiu aos protestos, em 2013, contra a derrubada de árvores do Parque do Cocó para a construção dos viadutos Antônio Martins Filho e Celina Queiroz. “O Sérvulo colore a Cidade”. 

 

RECONHECIMENTO

 

Engenheira civil aposentada, Emir Quinderé acredita que a Cidade precisa dar reconhecimento maior a Sérvulo Esmeraldo. “Ele morou muito tempo fora, mas escolheu voltar para a terra. Acredito que ainda falta muito para que Fortaleza dê merecimento verdadeiramente os seus artistas”.   

 

SÉRVULO 

OBRAS RESTAURADAS LA FEMME BATEAU 

Escultura-biruta em fibra de vidro com dimensões 1,5m x 5,5m instalada na Ponte dos Ingleses, na Praia de Iracema, em 1994. Duas vezes derrubada pelo vento e pelas águas, foi reconstruída em aço inox pintado e com as mesmas dimensões. INFINITO 

Coluna em aço pintado de azul datada de 1983, com dimensões 6m x 0,5m x 0,4m, localizada na Praça General Murilo Borges, Centro. PULSAÇÃO 

Escultura cinética em aço policromado criada em 1980. Composta por discos multicoloridos e motor de baixa rotação, possui cinco metros de altura. BALLET GRÁFICO 

Escultura-fonte inaugurada em 2003 na Praça Pedro II (Praça da Sé), no Centro. Funcionou apenas por um mês. É composta por três cones em aço inox que giram em sentidos contrários. 

ANGéLICA FEITOSA