PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Os desafios de ser conselheiro do O POVO

| DIÁLOGO | Reconduzidos ao Conselho de Leitores em 2018, Vladimir Spinelli e Paulo Roberto Queiroz explicam o compromisso de contribuir com análise das coberturas jornalísticas

08/02/2018 01:30:00


Os conselheiros Vladimir Spinelli e Paulo Roberto Clementino Queiroz vão contribuir por mais um ano para o debate do jornalismo do Grupo de Comunicação O POVO. Reconduzidos, eles seguem no quadro do Conselho Consultivo de Leitores em 2018, somando em conhecimento no desafio de acompanhar diariamente a cobertura e colaborar para uma construção qualificada do produto jornalístico.


Professor da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Spinelli explica que o principal desafio ao integrar o Conselho é ampliar a visão de leitor para o campo analítico. “A partir do momento que fui convidado para ser conselheiro, passei a ter outra leitura, agora observando como está sendo escrito, o que chama a atenção e quais equívocos para contribuir para que o jornal seja melhor”.
 

Chefe da diretoria do Fórum Eleitoral de Fortaleza, Paulo Roberto Clementino Queiroz classifica a condição de conselheiro do O POVO como uma experiência inquietante. “A gente fica com a percepção de que poderia ter sido um pouco melhor, que está faltando mais alguma coisa, ângulos que não foram abordados”.

Pelo segundo ano consecutivo integrando o quadro de conselheiros, os dois ressaltam a importância da relação entre jornal e leitores. Para Paulo Roberto, a preocupação do O POVO na interlocução com seu principal consumidor contribui para um produto mais denso e com análises que englobam diferentes perspectivas.

Para Spinelli, em termos políticos, 2018 será um marco para o Brasil. O professor elogia as mudanças gráfico-editoriais do O POVO e destaca a busca por noticiar com mais profundidade. “É uma chance de reflexão para o eleitor. Para o jornal, é uma oportunidade de impor seu posicionamento independente e imparcial”. 

 

CONSELHO DE LEITORES


JOANA RAMALHO. Diretora de estratégia
e inovação dos Mercadinhos São Luiz

LIDUÍNA ROCHA.
Médica obstetra e conselheira do Ferroviário

CHICO GUALBERNEI. Publicitário, proprietário da agência de publicidade Verve Comunicação

DIEGO SALVADOR.
Integrante do coletivo
As Travestidas.

ALESSANDRA JARRETA. Estudante de Letras

ASSIS FILHO. Professor da Engenharia da UFC

ANNETE REEVES DE CASTRO. Presidente do Mulheres do Brasil no Ceará

JOÃO EUDES MOREIRA DA SILVA. Professor do IFCE na área de políticas educacionais

GENTIL BARREIRA. Fotógrafo e arquiteto

CHATEUBRIAND ARRAIS FILHO. Webdesigner e torcedor do Ferroviário

CLEYTON MONTE. Sociólogo pesquisador do Laboratório de Estudos sobre Política, Eleições e Mídia (Lepem/ UFC)

ÉRICO VERAS MARQUES. Pesquisador da área de finanças pessoais e comportamentais da UFC

LIANA FEINGOLD. Arquiteta

WANDERLEY GRADELA FILHO. Professor e gerente social do Unicef

VLADIMIR SPINELLI. Professor e diretor do Centro de Estudos Sociais Aplicados da Uece

PAULO ROBERTO CLEMENTINO QUEIROZ. Mestre em Direito Constitucional, especialista em Administração Pública e chefe da diretoria do Fórum Eleitoral de Fortaleza 

TAGS