PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Ceará já havia solicitado reforço antes da chacina

08/02/2018 01:30:00
NULL
NULL (Foto: )

[FOTO1]

O superintendente da Policia Federal no Ceará, Delano Cerqueira, afirmou que o reforço de agentes da Polícia Federal e da Polícia Judiciária da Força Nacional já havia sido solicitado no Ceará antes da chacina das Cajazeiras.


“Essa operação tem o objetivo de ser temporária, durando o período que for preciso para deflagrar quantas fases forem necessárias. O objetivo dela é enfrentar essas facções criminosas, sem tirar a responsabilidade do Estado, claro, de fazer o seu papel. Nossa ideia não é substituir a Polícia Militar ou a Polícia Civil, nem a Secretaria da Segurança. Pelo contrário, é contribuir e somar”, declarou.
 

O delegado ressaltou que a PF, como forma de preservar a investigação, não costuma divulgar operações antes que elas sejam realizadas. Contudo, por conta da “comoção” que a chacina provocou, e pela necessidade de uma “resposta” à sociedade, o anúncio foi feito. Delano destacou, porém, que detalhes sobre a atuação do grupo, bem como o efetivo que virá ao Estado, não serão divulgados.
 

O delegado explicou que, durante a investigação, serão necessários atos de competência da Polícia Civil. Por esse motivo, agentes da Polícia Judiciária de outros estados também serão enviados, para atuar em conjunto com os policiais civis cearenses através da SSPDS.

TAGS