PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Aplicativo permite que cidadão avalie qualidade dos serviços públicos

| FERRAMENTA | A plataforma QSP Brasil está disponível gratuitamente para aparelhos com sistemas Android e iOS

01:30 | 17/02/2018

APLICATIVO pode gerar relatórios a gestores públicos  DIVULGAÇÃO
APLICATIVO pode gerar relatórios a gestores públicos DIVULGAÇÃO

Foi com o objetivo de contribuir para cidades mais inteligentes, mais conectadas e mais informadas que o publicitário cearense Lucas Aguiar desenvolveu o aplicativo QSP Brasil, que permite ao cidadão avaliar a qualidade dos serviços públicos. A plataforma, lançada em junho, pode ser baixada gratuitamente no Google Play ou Apple Store.  

Conforme o publicitário, a ideia para criar o aplicativo surgiu após estudos sobre a qualidade dos serviços públicos e do acompanhamento da legislação brasileira sobre o tema, como a Lei 13.460/2017, que dispõe sobre participação, proteção e defesa dos direitos do usuário dos serviços da administração pública. 

Para utilizar a novidade, é preciso fazer um cadastro para, em seguida, consultar o índice de determinado serviço ou avaliar um serviço público, dando notas de zero a dez. 

O aplicativo se divide em duas categorias de serviços: básicos e específicos. Nos serviços básicos, são avaliados individualmente os locais entre as opções saúde, educação, transporte e outros. Já os serviços específicos se dividem em iluminação, limpeza, trânsito e segurança, separados por bairro. De acordo com Lucas, além de Fortaleza, o aplicativo é utilizado por cidadãos de Sobral, São Paulo e Brasília. Até agora, 7.135 avaliações foram feitas, sendo cerca de 5.000 de Fortaleza. O número de usuários cadastrados não foi divulgado. Até o momento, apenas os bairros Aldeota, Centro, Cocó, Messejana e Sapiranga receberam avaliações em número suficiente para terem os índices revelados. Dentre eles, a limpeza em Messejana apresentou o índice mais alto (6,1) e a iluminação no Centro registrou o mais baixo (2). 

“Com margem de segurança de 95% e aceitando um erro amostral de até 10%, precisamos de 150 respondentes para fazer uma afirmação sobre uma unidade prestadora de serviço (escola, hospital, etc.) ou sobre um bairro (iluminação, limpeza, trânsito, segurança). O número 150 pode variar um pouco para mais ou para menos a depender do número de moradores do bairro”, explica Lucas.  

Para fazer uma afirmação sobre toda a Cidade, são necessários 300 respondentes avaliando. 

Apesar de ser mais focado no cidadão, o gestor público que tiver interesse nas informações pode entrar em contato por meio do site (veja o serviço) ou do e-mail contato@qspbrasil.com.br.  

Por meio da plataforma podem ser desenvolvidos relatórios específicos com dados de forma mais inteligente para auxiliar na formulação de políticas públicas. O publicitário ressalta que o aplicativo não está ligado a nenhum partido político, empresa ou corrente ideológica.  

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Fortaleza informou ainda não ter conhecimento do aplicativo e destacou possuir mecanismos próprios para avaliar a perspectiva do cidadão sobre a qualidade dos serviços públicos.  

SERVIÇO 

QSP Brasil 

O aplicativo para dispositivos móveis está disponível nas lojas oficiais para sistemas Android e iOS. Mais informações: www.qspbrasil.com.br 

 

 

BAIRROS 

Até o momento, apenas os bairros Aldeota, Centro, Cocó, Messejana e Sapiranga receberam avaliações em número suficiente para terem os índices revelados.  

 

 

CIDADES 

Além de Fortaleza, Sobral, São Paulo e Brasília são municípios avaliados pelos cidadãos através do aplicativo QSP Brasil.

LíVIA PRISCILLA