PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Vigia ateia fogo em creche e 4 crianças morrem em Minas

O vigia Damião Soares dos Santos, de 50 anos, morreu no hospital onde estava internado em estado grave. Outras 22 pessoas ficaram feridas

06/10/2017 01:30:00
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1]

Quatro crianças morreram e dezenas de pessoas ficaram feridas após serem atingidas por chamas no Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente, no município de Janaúba, no norte de Minas Gerais, na manhã de ontem. O incêndio foi provocado pelo segurança da escola, que também morreu, no hospital, à tarde.


O crime aconteceu quando cerca de 50 alunos e professores estavam em horário de recreio. Segundo o Corpo de Bombeiros, o agressor, identificado como Damião Soares dos Santos, de 50 anos, jogou material inflamável sobre os alunos e provocou as chamas. Em seguida, ateou fogo no próprio corpo. Ao menos quatro crianças de 4 anos morreram no local e 22 estão feridas, sendo 9 delas em estado grave.


Inicialmente, a prefeitura de Janaúba informou que a professora Heley de Abreu Silva Batista também havia morrido, mas segundo o Corpo de Bombeiros, ela está estado grave e aguardando transferência para outro hospital. De acordo com a prefeitura de Janaúba, Santos era funcionário da escola havia 9 anos. Ele tirou férias de junho a agosto e, quando voltou, em setembro, alegou problemas de saúde. O homem foi à escola nesta quinta-feira para entregar o atestado médico para a diretora. Ainda de acordo com os bombeiros, ele tinha problemas mentais.


As vítimas

As crianças que morreram foram Juan Pablo Cruz dos Santos, Luiz Davi Carlos Rodrigues, Ruan Miguel Soares Silva e Ana Clara Ferreira Silva, todas de 4 anos. No Facebook, moradores divulgam imagens da operação de resgate e também pedem doações de materiais ao hospital. Um helicóptero da PM esteve no local para encaminhar vítimas a regiões com maior estrutura.

 

As investigações da Polícia Civil apontam que o suspeito de ter provocado as chamas premeditou o crime. Foram encontrados na residência do autor galões com combustível. Também foi apurado que marcou simbolicamente a data, pois há três anos seu pai faleceu. Ele também disse à família, na terça-feira, 3, que “daria um presente a todos, se matando em breve”.


Em nota, o governo de Minas informou que, “tão logo tomou ciência da tragédia ocorrida nesta manhã em Janaúba, o governador Fernando Pimentel (PT) determinou de imediato a mobilização de todas as forças de saúde pública e de segurança do Estado nas operações de resgate e salvamento”. Em viagem ao Pará, o presidente Michel Temer (PMDB) lamentou o ocorrido. Disse que, como pai, reconhece a perda dolorosa das famílias em Janaúba. “Foi um lamentável acontecimento, temos que repudiar com a nossa consciência e com a nossa ação”, afirmou.

AE

Adriano Nogueira

TAGS