PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Apesar de queda na receita líquida, Burger King tem aumento de vendas em canais digitais

Paralisação das atividades presenciais nos meses de abril e maio fez a Companhia adotar novas medidas para manter seu funcionamento, inclusive através dos canais digitais

10:36 | 07/08/2020
Companhia mudou suas estratéfias de venda devido a pandemia.  (Foto: Reprodução/Instagram)
Companhia mudou suas estratéfias de venda devido a pandemia. (Foto: Reprodução/Instagram)

O Burger King Brasil (BKBR3) divulgou os resultados de seu balanço financeiro do segundo trimestre de 2020 na última quinta-feira, 6. Dentre os dados destacados, o documento traz o aumento da receita em canais digitais e a queda de sua receita líquida no intervalo.

A Companhia encerrou o período com uma receita líquida de R$ 292,7 milhões - queda de 56,7% quando comparada ao mesmo trimestre de 2019. Um dos motivos para a redução, aponta o BK, foi a suspensão dos atendimentos presenciais nas unidades a partir da segunda quinzena de março devido à pandemia do novo coronavírus.

A empresa também aplicou a MP-936, com a suspensão de 9 mil contratos em todo o País que, segundo informa, já foram devidamente reativados.

Com a paralisação das atividades presenciais nos meses de abril e maio, o BK adotou novas medidas para manter seu funcionamento. Dentre elas, as vendas através de entregas, pedidos por aplicativos de comida e a retirada do pedido via drive thru. Juntos, as ferramentas representaram cerca de 80% das vendas da empresa no segundo trimestre.

LEIA TAMBÉM | Em campanha, Burger King "antecipa" o Natal para quem não aguenta mais 2020

Quando comparada ao segundo trimestre de 2019, um total de R$ 33,8 milhões, a receita obtida através dos canais digitais passou de R$ 107 milhões no mesmo período em 2020. "Não temos dúvida da aceleração que esses canais tiveram no nosso negócio e já começamos a observar forte volume residual, mesmo com a recuperação das nossas vendas no balcão, na medida em que os restaurantes são reabertos e as medidas restritivas são flexibilizadas, principalmente nos shoppings", firmou no comunicado.

O aplicativo da empresa chegou a marca de 25 milhões de downloads e mais de 7 milhões de cadastros completos e a expectativa é de que, no decorrer do segundo semestre, o programa seja acelerado de "forma massificada". O Burger King encerrou o segundo trimestre de 2020 com 909 restaurantes pelo País e um fechamento líquido de quatro lojas (uma abertura e cinco fechamentos).