PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Goleiro Bruno pode deixar prisão a qualquer momento após progressão ao regime semiaberto

A decisão foi tomada na noite da última quinta-feira, 18, pelo juiz Tarciso Moreira de Souza, da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais de Varginha.

16:38 | 19/07/2019
Goleiro Bruno consegue progressão ao regime semiaberto e poderá deixar prisão a qualquer momento.
Goleiro Bruno consegue progressão ao regime semiaberto e poderá deixar prisão a qualquer momento.(Foto: Reprodução)

O goleiro Bruno Fernandes conseguiu direito ao regime semiaberto e poderá deixar a prisão a qualquer momento. A decisão foi tomada na noite da última quinta-feira, 18, pelo juiz Tarciso Moreira de Souza, da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais de Varginha. Ele é condenado pelo assassinato da modelo Eliza Samudio.

De acordo com o juiz responsável por julgar o caso, o jogador "satisfaz as exigências subjetivas e objetivas" e por isso teria direito a progressão para o regime semiaberto. Além disso, ele também alega que Bruno já teria cumprido o "lapso temporal necessário da pena imposta no regime fechado".

A decisão anulou uma falta grave cometida por Bruno em 2018, quando o atleta foi flagrado em um bar na companhia de duas mulheres e utilizando celular no horário em que deveria estar realizando trabalho externo.

A partir disso, o goleiro poderá deixar a prisão temporariamente a partir das 6 horas, retornando até as 20 horas. Nesse período, Bruno tem até 30 dias para provar as autoridades que está trabalhando. Caso não consiga comprovar qualquer atividade, o jogador irá prestar serviço em obra ou entidade pública.

A decisão também impede que Bruno deixe Varginha. No tempo que deixar a prisão, o goleiro será vigiado por órgãos de segurança.

 Redação O POVO Online