Participamos do

Beatriz Ferreira é superada por irlandesa e fica com a prata no boxe feminino em Tóquio 2020

Nascida em Salvador, a brasileira chegou ao Japão como a grande candidata ao título, mas foi derrotada pela irlandesa Kellie Harrington
02:14 | Ago. 08, 2021
Autor Wanderson Trindade
Foto do autor
Wanderson Trindade Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A pugilista Beatriz Ferreira ficou com a medalha de prata na disputa da final do boxe feminino, categoria até 60kg, em Tóquio 2020. Ela foi superada pela irlandesa Kellie Harrington na madrugada deste domingo, 8, que ficou com o ouro.

Atual campeã do mundo, em 2019, Beatriz chegou ao Japão com o favoritismo ao título, que não veio.

Após o combate, Beatriz comentou o seu feito e prometeu que disputará os Jogos de Paris, em 2024. "Claro que o objetivo era o ouro, o ouro não veio, mas estou contente com essa aqui. Sou medalhista olímpica, é para poucas. Acredito que representei bem, não foi o ouro, mas foi a medalha de prata com sabor de ouro", afirmou.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

 

OLIMPÍADAS DE TÓQUIO: CONFIRA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags