PUBLICIDADE
Mais Esportes
NOTÍCIA

Presidente do COI afirma que realização das Olimpíadas de Tóquio é "luz no fim do túnel"

O alemão Thomas Bach ressaltou a importância do acontecimento dos Jogos Olímpicos em meio ao cenário de pandemia da Covid-19

Victor Hugo Pinheiro
20:23 | 30/03/2021
Presidente do COI, Thomas Bach, mostra otimismo sobre as Olimpíadas de Tóquio (Foto: GREG MARTIN / COI )
Presidente do COI, Thomas Bach, mostra otimismo sobre as Olimpíadas de Tóquio (Foto: GREG MARTIN / COI )

Faltando exatamente 114 dias para o início das Olimpíadas de Tóquio, representantes de governo do Japão e Comitê Olímpico Internacional(COI) estão alinhados para que o maior evento esportivo do ano seja realizado, apesar da pandemia de Covid-19. O alemão Thomas Bach, presidente do COI, afirmou que os Jogos Olímpicos representam uma luz no fim do túnel em meio à crise mundial causada pelo novo coronavírus.

“Vemos, ou começamos a ver, a luz no fim do túnel, principalmente com os Jogos de Tóquio. Nós nos encontramos pela última vez no início da pandemia e agora esperamos nos encontrar perto do fim da pandemia”, afirmou Bach.

O presidente do COI esteve em Atenas, na Grécia, nesta terça-feira, 30, onde acompanhou a cerimônia de inauguração da nova iluminação do Estádio Panatenaico, sede das Olimpíadas de 1896. O local foi casa da primeira edição dos Jogos Olímpicos da Era Moderna. Durante todo o evento, ele permaneceu acompanhado do primeiro-ministro grego Kyriakos Mitsotakis

Bach demonstrou cautela ao ser questionado sobre uma eventual piora dos indicadores da Covid-19 no Japão. O dirigente alertou sobre a necessidade das medidas sanitárias serem respeitadas, além de ressaltar o esforço entre representantes do governo japonês e o COI, para a realização das Olimpíadas.

"Se a situação evoluir, vamos nos adaptar. Teremos que ser criativos, flexíveis e fazer sacrifícios. Se todos respeitarem as medidas, haverá as melhores condições possíveis, protegendo uns aos outros. Será uma Olimpíada diferente e estamos trabalhando com os amigos japoneses para ter um evento seguro para todos os participantes e para a população local, essa é a nossa prioridade", concluiu Bach.

A organização das Olimpíadas de Tóquio já divulgou as medidas sanitárias que serão aplicadas nos eventos-teste, justamente para diminuir o risco de contágio durante as competições esportivas. Os Jogos Olímpicos terão presença de público, mas os organizadores optaram pela proibição de espectadores internacionais. O maior evento esportivo do ano está programado para acontecer de 23 de julho a 8 de agosto.