PUBLICIDADE
Mais Esportes
NOTÍCIA

Cearense conseguiu pela segunda vez a vaga no Pan Americano de Wrestling

Marcos Siqueira já representou o Brasil em 2019 na Argentina

18:38 | 21/03/2021
Marcos Siqueira disputando a vaga para o Pan Americano (Foto: Marcos Siqueira / Divulgação)
Marcos Siqueira disputando a vaga para o Pan Americano (Foto: Marcos Siqueira / Divulgação)

Marcos Siqueira, cearense de Maracanaú, foi campeão brasileiro de Wrestling no dia 14, no estilo Livre, na categoria olímpica de 65kg. Com o título, o jovem lutador conseguiu a vaga para o Pan Americano no dia 25 maio e será a segunda participação no torneio. O Esportes O POVO conversou com Marcos sobre a sua carreira e as conquistas recentes.

O jovem de 24 anos era judoca representante da seleção cearense e por influência de um adversário – que posteriormente virou um amigo – entrou para o mundo do Wrestling.

“Eu era competidor de judô, viajava pelo Brasil, era da seleção cearense. Um dia eu lutei com um adversário aqui no Ceará e esse adversário praticava Wrestling. Na verdade, luta foi bem difícil. Depois fui pesquisar nas redes sociais quem era, o que treinava, para lutar melhor contra ele. E aí eu vi que ele treinava (Wrestling) e já tinha sido medalhista nacional. fui me comunicar com ele, para saber onde ele praticava Wrestling. (...) intermediado por esse amigo, que era um rival, entrei na modalidade no final de 2015 e lutei meu primeiro campeonato após seis meses de treino, sendo vice-campeão brasileiro”, contou Marcos Siqueira.

 

Marcos Siqueira lutando contra o adversário tentando a vaga na Pan Americano
Marcos Siqueira lutando contra o adversário tentando a vaga na Pan Americano (Foto: CBW - confederação brasileira de Wrestling)

 

Marcos fará sua segunda participação no Pan Americano. Antes, o cearense já havia representado o Brasil na Argentina, em 2019. Infelizmente, devido a uma distensão na clavícula, o atleta não conseguiu dar prosseguimento na competição.

“Eu fiz uma base de treinamento do Sesi de São Paulo, que é o lugar que eu treino até hoje. Me preparando lá, fui campeão da seletiva da seleção brasileira em 2019, que aconteceu no Rio de Janeiro, onde fui classificado para disputar o campeonato Pan Americano na Argentina. Infelizmente me machuquei na primeira luta. Tive uma distensão no ligamento clavicular, (..) não consegui dar seguimento as outras lutas da competição. Hoje me preparo em outro Sesi, o de Osasco. Lá eu tenho acompanhamento com a Coach Rafaela da Luz e mais uma vez consegui ser campeão brasileiro e me classificar para o Pan Americano”, relatou Marcos.

Após a primeira passagem pelo Pan, Marcos acumulou conquistas no Wrestling. Foi Tri campeão Brasileiro (2018, 2019, 2021), Campeão da seletiva para seleção brasileira (2019) e vice no torneio Sul-Americano (2019). O atleta ainda tem a marca de ser o único cearense a ter representado o Brasil nestas competições.

TAGS