PUBLICIDADE
Mais Esportes
NOTÍCIA

Com Covid-19, Durinho não disputa cinturão no UFC 251 e terá de voltar para casa de carro

Lutador brasileiro estava programado para disputar título dos meio-médios no próximo sábado, 11

Victor Hugo Pinheiro
19:14 | 04/07/2020
Gilbert Durinho foi diagnosticado com Covid-19 e está fora do UFC 251 (Foto: Divulgação / UFC)
Gilbert Durinho foi diagnosticado com Covid-19 e está fora do UFC 251 (Foto: Divulgação / UFC)

Com luta agendada para o UFC 251, o primeiro realizado na "Ilha da Luta", o brasileiro Gilbert Durinho testou positivo para Covid-19 na última sexta-feira, 3, e precisou ser retirado da disputa de cinturão dos pesos meios-médios contra o atual campeão Kamaru Usman. Como os testes foram feitos em Las Vegas, o lutador terá que voltar para casa, em Deerfield Beach, na Flórida, de carro, pois não poderá pegar avião por conta do vírus. Além dele, os seus treinadores Vagner Rocha e Greg Jones também testaram positivo.

A informação foi divulgada pelo site "MMA Junkie" e, posteriormente, Durinho publicou em uma rede social que a notícia foi "devastadora", mas afirmou que "vai vencer esta batalha". Com um cartel de 11 vitórias e três derrotas no Ultimate, essa seria a primeira disputa de cinturão dele na organização. Ainda não divulgado se a luta será remarcada para um próximo evento.

O UFC usa a cidade de Las Vegas como um dos pontos de embarque dos voos fretados para Abu Dhabi, local onde serão realizados os próximos eventos do evento de MMA.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o presidente da organização, Dana White, investiu em um espaço para receber as edições neste momento. É importante destacar que as lutas serão realizadas sem a presença de público. 

O UFC 251 será realizado na próximo sábado, 11, em Abu Dhabi, na "Ilha da Luta". Como a organização ainda não se pronunciou sobre a saída de Durinho do card, existe a dúvida se Kamaru Usman lutará contra outro oponente ou se também será retirado do evento. Esta edição do Ultimate também terá mais duas disputas de cinturão: Alexander Volkanovski x Max Holloway pelo título do peso-pena e Petr Yan x José Aldo pelo título do peso-galo.