PUBLICIDADE
Mais Esportes
NOTÍCIA

Primeiro-ministro do Japão diz que Jogos Olímpicos só acontecerão se pandemia for contida

Taxa mundial de infecção tem aumentado e especialistas acreditam que estão longe de conseguir uma vacina

17:04 | 29/04/2020
Jogos Olímpicos já foram adiados para julho de 2021 por conta do coronavírus
Jogos Olímpicos já foram adiados para julho de 2021 por conta do coronavírus (Foto: COI/Divulgação )

O Comitê Olímpico Internacional (COI) e o Governo do Japão adiaram a realização da próxima edição dos Jogos Olímpicos para julho de 2021 por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Com o aumento da taxa de infecção mundial, e os especialistas sugerindo que a vacina ainda está muito longe de ser alcançada, começam a surgir perguntas sobre um possível novo adiamento do evento.

"Afirmamos que os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos sejam realizados de forma completa, para que atletas e espectadores possam participar com segurança. É impossível realizar os Jogos de forma completa, a não ser que a pandemia de coronavírus esteja contida", disse, nesta quarta (29), o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe. A declaração foi feita durante resposta a uma pergunta feita por um parlamentar da oposição, que questionou se Tóquio poderia sediar os Jogos no próximo ano.

O primeiro-ministro japonês acrescentou que os Jogos Olímpicos "devem ser realizados de forma que mostre que a humanidade venceu sua batalha contra o coronavírus. Caso contrário, será difícil realizar os Jogos".

Tóquio confirmou 112 novas infecções na última terça (28), informou a emissora pública NHK. Em todo país já são mais de 13.895 casos, com 413 mortes, diz a NHK.