PUBLICIDADE
Mais Esportes
NOTÍCIA

Hugo Calderano fala sobre adiamento dos Jogos de Tóquio: "Não vou ficar chateado"

15:16 | 01/04/2020
Brasileiro é o sétimo no ranking mundial de tênis de mesa
Brasileiro é o sétimo no ranking mundial de tênis de mesa (Foto: Divulgação/ITTF)

Sétimo colocado do ranking mundial de tênis de mesa, o brasileiro Hugo Calderano aprovou o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021. Com vaga garantida no evento pela conquista da medalha de ouro individual nos Jogos Pan-Americanos de Lima de 2019, o atleta de 23 acredita que a nova data do torneio não afetará significativamente a sua preparação.

“Difícil dizer se foi bom ou ruim em termos de performance, mas não vou ficar chateado com mais um ano de preparação. Acredito que outras modalidades, como atletismo e natação, sintam um impacto maior. No tênis de mesa, você precisa sempre ter regularidade, e para isso contam muito as partes mental, técnica e física. Então, acredito que não mudará muita coisa para mim em relação à preparação”, avaliou.

Hugo está em isolamento na cidade de Ochsenhausen, na Alemanha, onde vive há quase de seis anos e defende o Liebherr Ochsenhausen. Mesmo assim, o brasileiro tem buscado formas de continuar sua preparação.

“Nesse período, temos uma oportunidade de melhorar outras coisas, como na parte física e mental. Aqui, ainda não estamos em quarentena total, então podemos fazer algumas coisas fora de casa. Estou tentando usar o tempo da melhor forma possível para melhorar aspectos que não seriam possíveis em uma condição normal de treinamento”, afirmou.

Na segunda-feira, o COI (Comitê Olímpico Internacional) confirmou que a nova data dos Jogos de Tóquio será do dia 23 de julho a 8 de agosto de 2021. A mudança no calendário é em razão da pandemia do novo coronavírus.

#StayAtHome: Golfe, basquete e até culinária! Os melhores vídeos dos jogadores durante o isolamento em suas casas