PUBLICIDADE
Mais Esportes
NOTÍCIA

Mesmo com reação no último quarto, Basquete Cearense perde para Corinthians

O time cearense fez um quarto final emocionante e quase redentor, mas a vantagem de 18 pontos do adversário, construída, principalmente, nos dois primeiros quartos não pode ser superada

Domitila Andrade
22:26 | 23/01/2020
Basquete Cearense recebeu o Corinthians em partida no CFO (Foto: Bárbara Moira/ O POVO)
Basquete Cearense recebeu o Corinthians em partida no CFO (Foto: Bárbara Moira/ O POVO)

A aguardada (e necessária) reabilitação do Basquete Cearense ainda não veio. O time cerense amargou mais uma derrota no Novo Basquete Brasil (NBB 2019/2020), na noite desta quinta-feira, 23, no Centro de Formação Olímpica (CFO), em Fortaleza. O algoz, desta vez, foi o Corinthians, que abateu o Carcará por 78 a 84, com parciais de 14 a 19, 10 a 21, 21 a 23, e 33 a 21. O time cearense fez um quarto final emocionante e quase redentor, mas a vantagem de 18 pontos do adversário, construída, principalmente,  nos dois primeiros quartos não pode ser superada. 

Esta é a 14ª derrota do time cearense em 17 jogos. A equipe ocupa a 14ª posição e precisa estar entre os 12 até a 30ª rodada, quando é definido quem passa para os playoffs. Brite, do Cearense, com 22 pontos, foi o cestinha da partida. Rashuan fez 20 pontos. Nesbitt, do Timão, foi o destaque no quesito rebotes: foram oito. Marcão, do Carcará, teve quatro assistências.

No primeiro quarto, com a pressão de buscar uma recuperação no campeonato, o Carcará chegou a abrir vantagem de cinco pontos, em arremesso seguidos de três e de dois pontos, ambos de Marcão. O empate veio com Johson e Nesbitt. O Timão seguiu na dianteira, mas seguido de perto, até Rashuan perder a posse de bola e Fuller acertar arremesso de dois pontos, abrindo três de vantagem, em 15 a 12. Apenas Gabriel voltou a marcar neste quarto para o time da casa, concluído em 14 a 19 para o visitante.

O segundo quarto foi de maior vantagem para o Corinthians. Vezaro, Humberto, Wesley e Fischer comandaram as cestas do time vistante e fecharam o placar do quarto em 21 a 10. 

No penúltimo quarto, o Basquete Cearense que, a esta altura, perdia de 24 a 40, tentou ensaiar uma reação. Rashuan e Brite ainda tentaram, mas o quarto terminou 23 a 21 para o Timão, e com o time da casa 18 pontos atrás do placar geral. A reação apenas esboçada no terceiro quarto veio mesmo nos dez minutos finais. O quarto foi finalizado com impressionantes 33 a 21. Ainda assim, não foi bastante.

O Basquete Cearense volta à quadra contra o Mogi, atual terceiro lugar da tabela, na segunda-feira, 27, fora de casa.