PUBLICIDADE
Mais Esportes
NOTÍCIA

Em duelo disputado, Basquete Cearense estreia com derrota para o Rio Claro no CFO

O duelo foi marcado por reviravoltas no placar e apagão do Carcará no início do último quarto, que definiu o triunfo dos visitantes

Lucas Mota
22:15 | 14/10/2019
Felipe Ribeiro foi um dos destaques do Carcará no jogo
Felipe Ribeiro foi um dos destaques do Carcará no jogo (Foto: JULIO CAESAR/O POVO)

Em jogo acirrado, o Basquete Cearense estreou na nova temporada do Novo Basquete Brasil (NBB) com derrota para Rio Claro por 87 a 90, na noite desta segunda-feira, 14, no Centro de Formação Olímpica (CFO). O duelo foi marcado por reviravoltas no placar e apagão do Carcará no início do último quarto, que definiu o triunfo dos visitantes com grande atuação do norte-americano Korian Lucious.

O dono da camisa 11 foi o ponto de desequilíbrio no disputado confronto contra os cearenses. Lucious terminou como o cestinha da partida com 27 pontos. Do lado do Carcará, os destaques foram Rashaun, Marcão e Felipe Ribeiro, com 23, 21 e 19 pontos respectivamente.

Empurrado pela torcida, o Carcará começou bem a partida, variando jogadas e pontuando a cada investida. Os visitantes não se intimidaram com o fator casa dos cearenses e se mantinham colados no placar. O primeiro quarto terminou com pequena vantagem para a equipe local, com placar de 25 a 24.

No segundo quarto, o técnico do Rio Claro, Fernando Feres Penna, posicionou o time para efetuar a marcação por zona. O posicionamento dificultou as investidas dos comandados de Danyel Russo, que demonstravam precipitação para concluir as jogadas. Enquanto isso, os paulistas chegavam ao ataque e conseguiam pontuar. Com Lucious fazendo a diferença, os visitantes terminaram na frente com placar de 16 a 18.

Para o terceiro quarto, Danyel Russo ajustou a equipe. O Carcará voltou melhor e passou a controlar melhor do que o rival as chegadas ao ataque. No fim da etapa, o Basquete Cearense carimbou o triunfo parcial com placar de 21 a 18.

Quando se esperava que o Carcará voltasse para o último quarto da mesma forma que terminou o terceiro, os donos da casa entraram em quadra desligados e viram o Rio Claro crescer de produção. Liderados por Lucious, os paulistas dominaram os cearenses nos primeiros minutos, chegando a abrir 14 pontos de vantagem. O Basquete Cearense ainda conseguiu reagir, colocando emoção no duelo, mas não foi o suficiente para reverter o placar. Rashaun teve a bola do jogo para igualar o marcador nos segundos finais, mas o arremesso ficou no aro.

O ala-pivô Felipe, do Basquete Cearense, falou com o Esportes O POVO após o final da partida, comentando o revés. "Estreia é sempre difícil, o time se encaixando. Mas mostrou que tem potencial para jogar de igual para igual com todo mundo. Na NBB é isso, dois ou três minutos mal jogados acabam abrindo uma vantagem. A gente conseguiu buscar, acabou sendo um grande jogo, mas não dá para falar que ficamos felizes com uma derrota", ressaltou.

Agora o Carcará retorna a quadra na sexta-feira, 18, para encarar o Pato Basquete, em novo encontro com o seu torcedor no CFO. O Rio Claro joga na próxima terça-feira contra o Minas, em casa.