PUBLICIDADE
Mais Esportes
NOTÍCIA

Mesmo com cinco atletas, Ceará fica em terceiro no Brasileiro de squash

Rio de Janeiro foi um dos estados na frente de Ceará, e tinha 80 atletas representando o estado

14:35 | 10/07/2019
Estado tem tradição no esporte
Estado tem tradição no esporte (Foto: Divulgação)

Se no futebol do Ceará tem estado bem com seus dois principais clubes na Série A, Ferroviário líder da Série C e Floresta podendo subir na quarta divisão, no squash a coisa não muda de figura. Em junho deste ano, o Estado foi representado por cinco atletas na Taça Brasil do esporte, equivalente pelo Campeonato Brasileiro, e saiu em terceiro lugar geral no quadro de medalhas.

Apenas São Paulo e Rio de Janeiro (que sediou o torneio e tinha mais de 80 atletas) ficaram na frente do Ceará. Newton Cipolla, Bira Fontenelle, Luciano Frota, Enéas Massaglia e Raimundo Feitosa representaram o Estado entre os dias 19 e 22 do mês passado.

Conseguiram os títulos de Duplas Open com Luciano Frota/Enéas Massaglia, Duplas Master com Luciano Frota/Newton Cipolla, Master 40 anos B com Luciano Frota, Master 45 anos B com Enéas Massagli, Dupla Master com Enéas Massaglia/Anselmo Trindade (RJ) e ainda teve o vice-campeonato na Master 50 anos Open com Bira Fontenelle.

O Ceará tem grande tradição no squash, principalmente em Categorias Masters tendo em Newton, Enéas e Bira títulos nacionais. Em torneios internacionais, Luciano e Thomas Correia, também do Ceará, já foram campeões de duplas no Torneiro de Cancún em 2013. Bira foi campeão do World Master Games 2013 em Turim, equivalente aos jogos olímpicos.

TAGS