Medina exalta ?momento incrível? do surfe e vê potencial para crescimentoMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Medina exalta ?momento incrível? do surfe e vê potencial para crescimento

Antes de 2014, pouco se falava do surfe no Brasil. Até que Gabriel Medina fez história, se tornando o primeiro e único brasileiro a conquistar o título mundial. De lá para cá, a modalidade cresceu muito, desde o número de atletas na elite, até a visibilidade e a quantidade de fãs. Muito disso, é claro, [?]

07:15 | 23/12/2018

Antes de 2014, pouco se falava do surfe no Brasil. Até que Gabriel Medina fez história, se tornando o primeiro e único brasileiro a conquistar o título mundial. De lá para cá, a modalidade cresceu muito, desde o número de atletas na elite, até a visibilidade e a quantidade de fãs.

Muito disso, é claro, passa pelo sucesso de Medina, que completou 25 anos no último sábado. E segundo ele mesmo disse à Gazeta Esportiva, o triunfo do Brasil no surfe começou porque os atletas começaram a acreditar que era possível.

Medina também destacou a importância de se apoiar e incentivar o esporte como um todo, já que ele é capaz de mudar vidas.

?O surfe mudou a vida, o tênis mudou a vida do Guga. É super importante apoiar o esporte já que muda a vida de muita gente.  Eu me sinto grato e feliz por ter tido essa oportunidade, porque eu era apenas um menino que sonhava, como muitos outros. E através do esporte eu pude dar alegra para a minha família, para o meu país. É muito difícil realizar um sonho e esse dia chegou. Então sou muito a favor, o que puder fazer pelo esporte é muito importante?, frisou.

Medina vê maturidade e fé como pontos chave do bi mundial de surfe

E além de inspirar e incentivar milhares de crianças ao redor do mundo, Medina também tenta ajudar de outras formas. ?Pela minha parte, o que eu tenho feito, é investir na nova geração. Tenho o Instituo Gabriel Medina, em que a gente dá a oportunidade de crianças virarem surfistas profissionais, vivenciarem a rotina. Eu torço muito por essa geração. Esse ano a gente teve um campeão mundial júnior. Acredito que daqui a pouco teremos mais surfistas brasileiros no tour?, completou.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Gazeta Esportiva

TAGS