Wilder e Fury colocam invencibilidades em jogo pelo cinturão dos peso pesadosMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Wilder e Fury colocam invencibilidades em jogo pelo cinturão dos peso pesados

A categoria do peso pesado no boxe passou por um época de vacas magras com a saída de nomes como Mike Tyson, Evander Holyfield e Lennox Lewis do ringue. Mas desde que o trio Deontay Wilder, Tyson Fury e Anthony Joshua apareceu no circuito, os olhos dos fãs da modalidade voltaram a presta atenção à grandes [?]

14:00 | 30/11/2018

A categoria do peso pesado no boxe passou por um época de vacas magras com a saída de nomes como Mike Tyson, Evander Holyfield e Lennox Lewis do ringue. Mas desde que o trio Deontay Wilder, Tyson Fury e Anthony Joshua apareceu no circuito, os olhos dos fãs da modalidade voltaram a presta atenção à grandes embates e boxeadores dominantes. Neste fim de semana dois deles fazem uma das lutas mais esperadas dos últimos anos. Defendendo o cinturão que tem desde 2015, Wilder encara Fury para se manter campeão da disputa do Conselho  Mundial de Boxe.

Na noite deste sábado, no Staples Center, em Los Angeles, o americano, atual campeão, de 33 anos, recebe o inglês, três anos mais novo. Sem exageros, os dois gigantes, vão travar uma disputa pelo cinturão que gerou uma expectativa fora do normal nos fãs de boxe ? são mais de 500 salas de cinema reservadas para a transmissão da luta ao vivo nos EUA, México e Canadá. Com 2,01 metros e 100kgs, Wilder ainda é menor que Fury, que mede 2,06m e tem 120kg.

Em um confronto com dois boxeadores invictos, a atenção fica ainda maior com a quebra da sequência de um dos atletas. Enquanto Fury busca a 28ª vitória seguida, Wilder defende uma sequência de 40 lutas sem perder. O dono do cinturão, no entanto, foge do foco dessa invencibilidade. ?Eu não tenho medo de perder minha invencibilidade. Todos nós queremos ficar invictos, mas eu não me debruço sobre isso. Eu posso perder e voltar. Olhe para (Muhammad) Ali e outros que perderam e voltaram. As pessoas querem ver você perder para ver como você volta. As pessoas querem ver você recomeçar e reconstruir. As pessoas não gostam de vencedores, elas se cansam delas. Quando você está confiante e corajoso, as pessoas querem ver você perde, eu sei que as pessoas querem me ver perder?, disse Wilder.

Além do fim de uma das supremacias atuais no boxe, a luta ainda leva o vencedor a um confronto tão importante quanto este. Anthony Joshua, campeão olímpico em 2012 e, aos 29 anos, também invicto em 22 lutas. Com muito em jogo, neste sábado, a história do peso-pesado dos retorna aos holofotes com propriedade e um bom roteiro que encaminha também os próximos passos da categoria.

 

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS