Federer avalia temporada de 2018 após eliminação no ATP FinalsMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Federer avalia temporada de 2018 após eliminação no ATP Finals

Neste sábado, Roger Federer jogou sua última partida em 2018 ao perder para Alexander Zverev e dar adeus ao ATP Finals, torneio que já saiu como vencedor em seis oportunidades. Depois do confronto com o jovem talento, o suíço falou sobre o que achou da temporada, destacando os bons e maus momentos, e ressaltou que [?]

09:00 | 18/11/2018

Neste sábado, Roger Federer jogou sua última partida em 2018 ao perder para Alexander Zverev e dar adeus ao ATP Finals, torneio que já saiu como vencedor em seis oportunidades. Depois do confronto com o jovem talento, o suíço falou sobre o que achou da temporada, destacando os bons e maus momentos, e ressaltou que está contente por estar atuando em alto nível mesmo com a idade avançada.

?Estou bastante orgulhoso de eu continuar sendo competitivo com 37 anos, além de ter voltado a ser número um do mundo e de ter ganho outro Slam. Sampras disse uma vez que ?Se você conseguiu ganhar um Grand Slam, então a sua temporada foi boa?. O objetivo agora é montar um bom calendário para a próxima temporada e voltar a ter bons resultados?, afirmou o suíço.

Atual número três do mundo, Federer também aproveitou para comentar algumas partidas em que não se sentiu tão bem com o resultado final. Entre os jogos relembrados, está a sua eliminação em Wimbledon, quando perdeu de virada para o sul-africano Kevin Anderson, nas quartas de final do torneio londrino.

?Foi uma temporada boa. Claro que alguns jogos foram equilibrados mas também foram um tanto quanto decepcionantes, como em Paris ou em Wimbledon. Além disso, talvez o segundo semestre pudesse ter sido um pouco melhor, com resultados melhores, mas em um todo, estou feliz. Aconteceram muitas coisas boas e estou animado para 2019?, destacou Federer.

O suíço começou muito bem o ano ao vencer o Aberto da Austrália e chegar ao seu 20° título de Grand Slam na carreira, além de chegar na decisão do Masters 1000 de Indian Wells. No entanto, Federer caiu de rendimento e terminou a temporada sem vencer nenhum torneio Masters 1000 e ter eliminações surpreendentes tanto em Wimbledon como no US Open.

Gazeta Esportiva

TAGS