Canadenses rejeitam sediar Olimpíadas de Inverno de 2026 em referendoMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Canadenses rejeitam sediar Olimpíadas de Inverno de 2026 em referendo

Em referendo realizado na última terça-feira na cidade de Calgary, no Canadá, 56,4% dos eleitores votaram em ?não? para a realização dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2026 no local. Agora, então, a candidatura está sob risco após a apresentação desses resultados, que serão oficialmente divulgados na sexta-feira. Apenas 43,6% dos canadenses optaram pelo sim. [?]

09:45 | 14/11/2018

Em referendo realizado na última terça-feira na cidade de Calgary, no Canadá, 56,4% dos eleitores votaram em ?não? para a realização dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2026 no local. Agora, então, a candidatura está sob risco após a apresentação desses resultados, que serão oficialmente divulgados na sexta-feira.

Apenas 43,6% dos canadenses optaram pelo sim. Com uma participação importante, já que são 304.774 eleitores sobre um total de 767 mil, os moradores de Calgary enviaram uma mensagem bastante contundente: não desejam receber novamente os Jogos Olímpicos de inverno e sua chama olímpica (a região já sediou o evento em 1988).

A palavra final sobre a decisão é do Conselho Municipal de Calgary, que deve acontecer na próxima semana. No entanto, diante dessa realidade, será muito difícil dar continuidade à candidatura. Antes do referendo, a província de Alberta, que deve co-financiar o projeto, advertiu que, em caso de vitória do ?Não?, retiraria o apoio à candidatura.

Caso isso de fato aconteça, apenas Milão, na Itália, e Estocolmo, na Suécia, devem seguir como candidatos para sediar os jogos de 2026.

Gazeta Esportiva

TAGS