Tenistas da ?nova geração? vão bem e conquistam títulos neste domingoMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Tenistas da ?nova geração? vão bem e conquistam títulos neste domingo

Neste domingo, os três últimos torneios ATP 250 da temporada conheceram os seus respectivos campeões deste ano e, para surpresa (ou não) de muitos, os grandes vencedores foram os tenistas que presentam a ?nova geração? do esporte. O grego Stefanos Tsitsipas (20 anos), o russo Karen Khachanov (22 anos) e o britânico Kyle Edmund (23) [?]

13:30 | 21/10/2018

Neste domingo, os três últimos torneios ATP 250 da temporada conheceram os seus respectivos campeões deste ano e, para surpresa (ou não) de muitos, os grandes vencedores foram os tenistas que presentam a ?nova geração? do esporte. O grego Stefanos Tsitsipas (20 anos), o russo Karen Khachanov (22 anos) e o britânico Kyle Edmund (23) conquistaram os títulos de Estocolmo, Moscou e Antuérpia, respectivamente.

Apesar de conquistar um título é sempre o ápice para um tenista, Tsitsipas e Edmund têm anda mais para comemorar já que conseguiram seus primeiros troféus ATP na carreira. Mesmo com carreiras já sólidas, os dois ainda buscavam essa nova marca. Já Khachanov ficou com seu terceiro título desde que se tornou profissional, pois já tinham vencido tanto o torneio de Chengdu (2016) como de Marselha (2018).

Das três conquistas, a mais ?tranquila? foi a de Khachanov, que precisou de menos de uma hora (55 minutos) para derrotar Adrian Mannarino na grande final do torneio russo. Jogando em casa, o tenista de 22 anos não deu chances para o adversário e aplicou 2 sets a 0, duplo 6/2, terminando com as chances do francês conquistar seu primeiro título ATP na carreira neste fim de semana.

Com o triunfo, o russo chega ao seu melhor ranking na carreira e reforça que é um dos grandes nomes para figurar no Top-10 nos próximos anos. Os pontos conquistados nesta semana fazem com que Khachanov suba sete posições e fique na 19° posição, entrando pela primeira vez no Top-20 do ranking mundial.

Já Tsitsipas não teve uma vida tão fácil para conquistar o título, porém foi dominante em toda a final do torneio sueco. Na grande decisão, o grego teve frente Ernest Gulbis, tenista letão que não chegava em uma final há quatro anos e que treinou boa parte da sua adolescência com o sérvio Novak Djokovic, atual número dois do mundo. Favorito para o duelo, o jovem de 20 anos venceu por 2 sets a 0, duplo 6/4, e ficou com o troféu.

A final mais disputada deste domingo foi entre Edmund e Monfils, que fizeram um jogo de muitas alternâncias e oscilações. No primeiro set, o francês dominou e fez 6/3, e parecia que tomaria conta do confronto, porém o britânico venceu a segunda parcial por 7/6 (2) e repetiu o marcador no terceiro e decisivo set, pouco depois de perder duas chances de quebras que quase resultaram em sua derrota.

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS