Brasileira conquista prata inédita no Mundial Paralímpico de tênis de mesaMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Brasileira conquista prata inédita no Mundial Paralímpico de tênis de mesa

Uma nova história foi escrita neste sábado no esporte brasileiro. Na final do Mundial Paralímpico de tênis de mesa, Cátia Oliveira, de 27 anos, alcançou a melhor campanha individual na história da modalidade dentro de um Mundial e conquistou a medalha de prata. A paulista enfrentou a sul-coreana Su Yeon Seo e saiu derrotada por 3 [?]

11:30 | 20/10/2018

Uma nova história foi escrita neste sábado no esporte brasileiro. Na final do Mundial Paralímpico de tênis de mesa, Cátia Oliveira, de 27 anos, alcançou a melhor campanha individual na história da modalidade dentro de um Mundial e conquistou a medalha de prata.

A paulista enfrentou a sul-coreana Su Yeon Seo e saiu derrotada por 3 a 0 (3/11, 10/12 e 11/13), em Celje, na Eslovênia, na decisão da classe SF1-2. Mesmo com a derrota, ela levou para casa a medalha de prata no primeiro Mundial disputado por ela, que já tinha ido aos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016.

Para chegar até a decisão, Cátia venceu a russa Nadejda Pushpasheva nas quartas de final. Ela é a número 3 do mundo na classe 02, para atletas cadeirantes com baixa mobilidade. Já nas semifinais, passou pela italiana Giada Rossi, número 2 do ranking.

Com o resultado conquistado, Cátia é agora a atleta brasileira que conseguiu chegar mais longe em disputas individuais na história dos Mundiais. O Brasil havia conquistado três medalhas de bronze em 2014, na China (individuais e equipes), e, em 2017, Bruna Alexandre, Danielle Rauen e Jennyfer Parinos ganharam o ouro na classe SF9-10, no Mundial por Equipes, disputado na Eslovênia.

Gazeta Esportiva

TAGS