Benfica perde nos acréscimos e Ajax assume liderança do Grupo EMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Benfica perde nos acréscimos e Ajax assume liderança do Grupo E

Pelo segundo jogo do dia do Grupo E da Liga dos Campeões, o Benfica foi à Holanda visitar o Ajax pela terceira rodada da chave, em duelo direto pela segunda posição do grupo. No entanto, os portugueses não engrenaram a segunda vitória seguida. Pelo contrário. Sofreram o gol nos acréscimos do segundo tempo e o [?]

18:00 | 23/10/2018

Pelo segundo jogo do dia do Grupo E da Liga dos Campeões, o Benfica foi à Holanda visitar o Ajax pela terceira rodada da chave, em duelo direto pela segunda posição do grupo. No entanto, os portugueses não engrenaram a segunda vitória seguida. Pelo contrário. Sofreram o gol nos acréscimos do segundo tempo e o confronto terminou em 1 a 0 para o time da casa.

Com o resultado, as Águias ficam com três pontos, chegando à segunda derrota em três jogos. Do outro lado, o time holandês vai a sete pontos, assumindo a liderança do grupo, ficando na frente do Bayern, pelos critérios de desempate.

As equipes voltam a se enfrentar pelo quarta rodada do Grupo E no próxima dia 7, quarta-feira, às 17h (de Brasília), desta vez no Estádio da Luz.

O Jogo

O Benfica assustou a torcida na Amsterdã Arena logo com dois minutos de jogo. Rafa arrancou pela esquerda, ganhou da defesa e disparou o chute da entrada da área, obrigando Onana a fazer a primeira defesa do jogo.

Três minutos depois, mais um susto para o Ajax, quando o De Ligt precisou salvar chute de Seferovic quase em cima da linha.

Depois dessa pressão inicial, a partida esfriou. A equipe da casa ficava mais com a bola no pé, mas era o Benfica quem criava mais e melhor. Mas, ambos os times achavam e aproveitavam bem os espaços deixados pelos adversários.

Aos 22 minutos, os anfitriões chegaram com perigo pela primeira vez, quando Dolberg recebeu na medida e mandou no canto direito de Vlachodimos, que fez bela defesa para evitar a abertura do marcador.

As equipes alternavam boas chances. O Ajax apostava na sua velocidade e ma troca de bola, enquanto os portugueses tentavam levar vantagem no contra-ataque. No entanto, nada de rede balançando em Amsterdã e o jogo foi em 0 a 0 para o intervalo.

A segunda etapa começou menos intensa e menos movimentada e só foi agitar novamente depois de quase 15 minutos, quando ambos os goleiros precisaram trabalhar para salvar suas equipes.

Do meio para o fim do segundo tempo, o Ajax melhorou e era superior ao Benfica, que apresentava cansaço no meio e só não sofreu gols por causa do goleiro Vlachodimos, que salvou os portugueses por exemplo aos 30 minutos, em defesa incrível de chute disparo por Van der Beek.

O empate sem gols parecia encaminhado, até que o Ajax incendiou o estádio. Aos 47 minutos, após vacilo da zaga benfiquense, Mazraoui aproveitou a sobre, chegou de trás e disparou o chute, que ainda desviou em Grimaldo antes de parar no fundo das redes e decretar a vitória.

Gazeta Esportiva

TAGS