Vettel reafirma briga por título da F1 e defende estilo de pilotagemMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Vettel reafirma briga por título da F1 e defende estilo de pilotagem

A estratégia arriscada da Ferrari com Sebastian Vettel no Grande Prêmio de Singapura custou caro tanto na própria corrida quanto na briga do piloto alemão pelo título da Fórmula 1. Com a vitória, Lewis Hamilton abriu 40 pontos de diferença sobre o adversário da escuderia italiana, que vem sendo criticado por seu estilo de pilotagem [?]

08:45 | 20/09/2018

A estratégia arriscada da Ferrari com Sebastian Vettel no Grande Prêmio de Singapura custou caro tanto na própria corrida quanto na briga do piloto alemão pelo título da Fórmula 1. Com a vitória, Lewis Hamilton abriu 40 pontos de diferença sobre o adversário da escuderia italiana, que vem sendo criticado por seu estilo de pilotagem principalmente na atual temporada.

Apesar da chance de conquistar o título parecer remota no atual cenário, ainda mais diante do desempenho da Mercedes de Hamilton, Vettel não dá a temporada como acabada e segue acreditando que a desvantagem pode ser revertida na fase final da competição. Questionado sobre a diferença de pontos, o alemão reafirmou a confiança em si mesmo.

?Primeiro, (posso vencer) porque eu posso, mostrei isso quatro vezes. Em segundo lugar, porque temos um carro que está em pé de igualdade com a Mercedes. Claro que o rendimento em Singapura não nos ajudou e é decepcionante quando você pode vencer corridas e não faz, mas eu ainda acho que podemos superar a nós mesmos. Eu ainda dependo só de mim para ser campeão, então continuarei lutando?, disse Vettel ao jornal alemão Bild.

Outro foco de muita crítica ao piloto tem sido quanto ao estilo de pilotagem que tem sido adotado nas corridas, além dos erros que estão custando caro na busca pelo campeonato. Mesmo assim, o alemão se defendeu ressaltando seu histórico vencedor e citando até mesmo Ayrton Senna.

?Meu estilo de pilotagem me deu quatro títulos e 52 vitórias. Todos tem medo de falhar, mas sou tão consciente quanto todo mundo. Às vezes você arrisca e dá errado, mas você não pode deixar isso paralisar você?, ressaltou o piloto.

?Ayrton Senna dizia que se você não se enfia em um buraco, não é um piloto e eu concordo. É o mesmo com as estratégias de risco, tais como vimos em Singapura. Sempre defenderei meu time, se eu não tivesse arriscado ultrapassar Button em Abu Dhabi em 2012, não teria sido campeão?, finalizou Sebastian Vettel.

Gazeta Esportiva

TAGS