Seleção desembarca no Japão para aclimatação antes do MundialMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Seleção desembarca no Japão para aclimatação antes do Mundial

Nesta quinta-feira, a Seleção Brasileira de vôlei feminino desembarcou no Japão, onde dará início ao período de aclimatação visando o Campeonato Mundial. Na cidade de Sagamihara, a equipe de José Roberto Guimarães fará os últimos ajustes antes da competição, que acontece os dias 29 de setembro e 20 de outubro. ?É um campeonato muito difícil. Até [?]

13:45 | 20/09/2018

Nesta quinta-feira, a Seleção Brasileira de vôlei feminino desembarcou no Japão, onde dará início ao período de aclimatação visando o Campeonato Mundial. Na cidade de Sagamihara, a equipe de José Roberto Guimarães fará os últimos ajustes antes da competição, que acontece os dias 29 de setembro e 20 de outubro.

â??Ã? um campeonato muito difícil. Até a fase final são 13 jogos e aqui estão as melhores equipes do mundo. Mas sempre estamos em busca da medalha mais cobiçadaâ?, ressaltou o comandante do time verde e amarelo.

Para o campeonato em solo japonês, a Seleção levou 15 jogadoras: as levantadoras Dani Lins e Roberta, a oposta Tandara, a oposta e ponteira Rosamaria, as ponteiras Natália, Fernanda Garay, Gabi, Drussyla e Amanda, as centrais Adenízia, Thaisa, Bia e Carol e as líberos Suelen e Gabiru. O limite de inscrições é de 14 atletas, mas a situação de Natalia, com uma tendinite crônica no joelho, será definida no último momento.

Uma das convocadas, Thaisa se mostrou bastante feliz em estar em solo japonês. â??Durante 12 anos que eu joguei pela seleção, quase todo ano eu vim para o Japão. Sempre comento que é o melhor lugar, o lugar que eu mais gosto  de vir, pela educação, gentileza das pessoasâ?, destacou antes de completar: â??Já estou bem, mas estou recuperando o ritmo de jogo, porque fiquei muito tempo paradaâ?.

A estreia da Seleção na competição está marcada para o dia 29, às 1h40 (de Brasília), contra Porto Rico, pelo grupo D, que tem ainda Sérvia, República Dominicana, Cazaquistão e Quênia. A equipe brasileira luta pelo título inédito, tendo somado até agora três medalhas de prata (1994, 2006 e 2010) e uma de bronze, em 2014.

Gazeta Esportiva

TAGS