Para William, jogo contra EUA não foi bom tecnicamenteMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Para William, jogo contra EUA não foi bom tecnicamente

Apesar de tirar a invencibilidade norte-americana com o placar em 3 sets a 0, a partida da Seleção Brasileira no Campeonato Mundial, desta sexta-feira, pode sim ser considerada tecnicamente fraca. Pelo menos, é isso que defende William. Com os dois lados usando seus atletas reservas, já que a classificação já estava garantida, o show em [?]

17:15 | 28/09/2018

Apesar de tirar a invencibilidade norte-americana com o placar em 3 sets a 0, a partida da Seleção Brasileira no Campeonato Mundial, desta sexta-feira, pode sim ser considerada tecnicamente fraca. Pelo menos, é isso que defende William. Com os dois lados usando seus atletas reservas, já que a classificação já estava garantida, o show em quadra deve ficar para este sábado quando ?o bicho pega?, no embate pela semifinal.

?Não foi um jogo tão bom tecnicamente, até pela situação da partida, com ambos classificados. Mas, temos sempre do nosso lado a pressão de termos que ganhar, é nossa rotina, pressão natural, defender a Seleção é sempre assim?, analisou William. ?Pudemos entrar, jogar, nos divertir um pouco. Quem esteve fora conseguiu descansar, isso é o mais importante, já que no sábado o ?bicho pega??.

Evandro, grande destaque da partida, destacou com otimismo o espaço dado aos representantes do verde e amarelo que entram menos em quadra. ?Com as duas seleções já classificadas, tivemos a possibilidade de usar os jogadores que atuam menos, considerados reservas, e, mais uma vez, conseguimos mostrar nosso valor?, destacou.

Poupado para o jogo deste sábado, o capitão Bruninho, que entrou apenas na inversão, acredita que o forte do time brasileiro é estar completo. ?O mais importante é que todos tenhamos ritmo de jogo. Na semifinal estarão todos voando e quem entrar em quadra vai dar o máximo. Esse é um time muito homogêneo?, garantiu.

Gazeta Esportiva

TAGS