Maria Portela e Rafael Macedo caem nas preliminares do Mundial de JudôMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Maria Portela e Rafael Macedo caem nas preliminares do Mundial de Judô

A madrugada desta segunda-feira não foi nada animadora para os atletas brasileiros que foram ao tatame no Mundial de Judô realizado em Baku, no Azerbaijão. Pelos pesos médios, tanto Maria Portela (70kg), que caiu nas oitavas de final, quanto Rafael Macedo (90kg), eliminado na primeira luta, acabaram não subindo ao pódio para trazer medalhas ao [?]

09:30 | 24/09/2018

A madrugada desta segunda-feira não foi nada animadora para os atletas brasileiros que foram ao tatame no Mundial de Judô realizado em Baku, no Azerbaijão. Pelos pesos médios, tanto Maria Portela (70kg), que caiu nas oitavas de final, quanto Rafael Macedo (90kg), eliminado na primeira luta, acabaram não subindo ao pódio para trazer medalhas ao país. Os dois, porém, retornarão à National Gymnastics Arena na quinta-feira para lutar nas equipes mistas.

A expectativa sobre Maria Portela era muito grande, já que a judoca, além de ótimos resultados na temporada, chegou ao Mundial como número um do ranking de sua categoria. Entretanto, não conseguiu repetir o desempenho de outrora e depois de passar da primeira luta com uma vitória por ippon sobre a polonesa Daria Pogorzelec, caiu nas oitavas de final para a atleta de Porto Rico, Maria Perez, por ippon.

?Eu estava bem preparada para evoluir na competição. Ela acertou e, infelizmente, eu caí de ippon. Esse ano eu tive bons resultados e acredito que o trabalho que vem sendo feito está no caminho certo. No judô, infelizmente, acontece esse tipo de situação. Não é o que a gente espera, pelo tanto que a gente se prepara, mas temos que aceitar. O que foi possível para eu fazer, eu fiz e vou continuar batalhando. Um dos meus objetivos continua sendo medalha num Campeonato Mundial?, disse Portela.

Já Rafael Souza não conseguiu superar o grego, mas natural da Geórgia, Theodoro Tselidis. Lutando pela primeira vez em Mundiais adultos, o brasileiro caiu na competição com um wazari e lamentou muito a eliminação precoce após o revés.

?Eu conhecia o adversário, já tinha lutado com ele. É forte, esperto. Eu até estava me sentindo, mas ele acabou me surpreendendo ali naquela enroscada. Depois tentei buscar a luta, mas, defensivamente, ele conseguiu se proteger bem dos meus ataques?, explicou Macedo ao sair do tatame. ?Tenho muito no que melhorar em termos do que eu quero e espero alcançar. É levantar a cabeça agora, continuar trabalhando duro que ainda tem muito pela frente.?

Nesta terça-feira, o Brasil terá apenas uma representante no tatame. Trata-se de Mayra Aguiar, que busca defender seu segundo título mundial depois da conquista em Budapeste no ano passado. Até então, o melhor resultado do país foi um terceiro lugar de Érika Miranda (52kg).

Gazeta Esportiva

TAGS