Lewis Hamilton vence GP da Rússia e abre 50 pontos de VettelMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Lewis Hamilton vence GP da Rússia e abre 50 pontos de Vettel

Lewis Hamilton deu mais um passo para vencer o Mundial de Pilotos. Com a ajuda da Mercedes, que ordenou que Valtteri Bottas cedesse sua posição, o britânico venceu o Grande Prêmio da Rússia, em Sochi, neste domingo. Este foi o terceiro triunfo de Hamilton neste circuito, que está recebendo a prova pela quinta vez na [?]

10:00 | 30/09/2018

Lewis Hamilton deu mais um passo para vencer o Mundial de Pilotos. Com a ajuda da Mercedes, que ordenou que Valtteri Bottas cedesse sua posição, o britânico venceu o Grande Prêmio da Rússia, em Sochi, neste domingo. Este foi o terceiro triunfo de Hamilton neste circuito, que está recebendo a prova pela quinta vez na história.

O finlandês foi o segundo colocado, seguido de Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen, ambos da Ferrari. Max Verstappen se destacou ao sair da 19ª colocação e terminar em quinto em uma grande corrida de recuperação. Daniel Ricciardo foi o sexto.

Com o resultado, Lewis Hamilton chega a 306 pontos, enquanto o alemão vai para 256. A diferença passa a ser de 50 pontos. Valtteri Bottas ? que fez a volta mais rápida em 1min35s861 ? foi para 189 pontos.

A corrida

Aproveitando a distância da linha de largada para a primeira curva, Lewis Hamilton tentou atacar a primeira colocação, enquanto Sebastian Vettel tentou assumir o segundo posto. Contudo, a situação ficou a mesma da largada. Max Verstappen, que largou em 19º, mostrou muita fome e em menos de dez voltas já estava em quinto. Pierre Gasly e Brentley Hartley, ambos da Toro Rosso, deixaram a corrida logo no início.

Com os pilotos indo para os boxes, o holandês assumiu a ponta da corrida. Enquanto isso, Vettel até ultrapassou Hamilton quando este foi para o pitstop. No entanto, o britânico conseguiu voltar para a quarta colocação rapidamente. A Mercedes ainda ordenou que Bottas deixasse o líder do Mundial de Pilotos ultrapassar. O pedido foi feito porque o alemão estava pressionando Lewis Hamilton.

A briga pela ponta se manteve na mesma até Max Verstappen ir para os boxes após a 43 volta. Para permitir que o holandês voltasse em quinto, Daniel Ricciardo foi para o pitstop antes, o que aumentou a diferença de tempo entre os dois. Enquanto isso, Esteban Ocon e Sergio Peres tentavam pressionar Kevin Magnussen pela oitava colocação.

Lewis Hamilton conseguiu ficar com a ponta nas últimas dez voltas e ainda tinha Valtteri Bottas o protegendo contra possíveis ataques de Sebastian Vettel. Kimi Raikkonen conseguiu terminar em quarto sem ser pressionado por Verstappen.

Confira a classificação final:

1 ? Lewis Hamilton (Mercedes/Grã-Bretanha)

2 ? Valtteri Bottas (Mercedes/Finlândia)

3 ? Sebastian Vettel (Ferrari/Alemanha)

4 ? Kimi Raikkonen (Ferrari/Finlândia)

5 ? Max Verstappen (Red Bull/Holanda)

6 ? Daniel Ricciardo (Red Bull/Austrália)

7 ? Charles Leclerc (Sauber/França)

8 ? Kevin Magnussen (Haas/Dinamarca)

9 ? Esteban Ocon (Force India/França)

10 ? Sergio Pérez (Force India/México)

11 ? Romain Grosjean (Hass/França)

12 ? Nico Hulkenberg (Renault/Alemanha)

13 ? Marcus Ericsson (Sauber/Suécia)

14 ? Fernando Alonso (McLaren/Espanha)

15 ? Lance Stroll (Williams/Canadá)

16 ? Stoffel Vandoorne (McLaren/Bélgica)

17 ? Carlos Sainz (Renault/Espanha)

18 ? Sergey Sirotkin (Williams/Rússia)

Abandonaram

Pierre Gasly (Toro Rosso/França)

Brendon Hartley (Toro Rosso/Austrália)

Gazeta Esportiva

TAGS