Lewis Hamilton faz grande corrida e vence GP da ItáliaMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Lewis Hamilton faz grande corrida e vence GP da Itália

Neste domingo, Lewis Hamilton fez uma excelente prova e superou o favoritismo da Ferrari, que largou nas duas primeiras posições no Autódromo Nacional de Monza. O piloto britânico conseguiu grandes ultrapassagens, incluindo uma em Vettel que vez o alemão rodar e cair para a última posição. Este é o quinto triunfo do piloto da Mercedes [?]

11:45 | 02/09/2018

Neste domingo, Lewis Hamilton fez uma excelente prova e superou o favoritismo da Ferrari, que largou nas duas primeiras posições no Autódromo Nacional de Monza. O piloto britânico conseguiu grandes ultrapassagens, incluindo uma em Vettel que vez o alemão rodar e cair para a última posição. Este é o quinto triunfo do piloto da Mercedes no GP da Itália e ele se iguala com Michael Schumacher como o maior vencedor da prova.

Kimi Raikkonen terminou a prova na segunda colocação. Valtteri Bottas fechou o pódio após ultrapassar Max Verstappen, que precisou cumprir cinco segundos de penalidade. A punição do holandês também deu o quarto posto a Sebastian Vettel.

Com o resultado do dia, Lewis Hamilton foi a 256 pontos, enquanto Sebastian Vettel ficou com 226 pontos, abrindo mais de uma corrida de vantagem, já que o máximo de pontos que se pode somar por prova são 25. Raikkonen foi a 164 pontos e Bottas a 159.

A próxima etapa da temporada de 2018 da Fórmula 1 será o GP de Cingapura, que será realizado no Circuito Urbano de Marina Bay, no dia 16 de setembro, às 9 horas (de Brasília).

A corrida

O GP da Itália começou emocionante, com Sebastian Vettel sendo tocado por Lewis Hamilton na tentativa de ultrapassagem e rodando. Com isso, o alemão precisou fazer uma corrida de recuperação, enquanto o britânico disputou a primeira colocação com Kimi Raikkonen. O incidente forçou a entrada do safety car.

Fernando Alonso teve problemas com seu carro e abandonou logo no começo. Brentley Hartley também deixou a prova logo após a largada. Na primeira volta, Max Verstappen ultrapassou Valtteri Bottas e assumiu a terceira colocação.

Logo após a saída do carro de segurança, Hamilton e Raikkonen protagonizaram duas ultrapassagens em seguida antes do piloto da Ferrari conseguir ficar um segundo à frente do seu adversário da Mercedes.

Na 20ª volta, a Mercedes blefou que ia para os boxes e a Ferrari respondeu levando Kimi Raikkonen para os boxes. Dessa forma, Lewis Hamilton assumiu a liderança para buscar liderança e mantê-la quando for fazer a sua parada. Enquanto isso, Sebastian Vettel fazia uma grande recuperação e já estava na sétima colocação.

Com problemas no seu carro, Daniel Ricciardo abandonou a prova na 25ª volta. Como consequência, a bandeira amarela foi dada. Após Max Verstappen ir para o pitsop, o alemão da Ferrari chegou ao quarto posto. Já o britânico seguiu segurando a troca de pneus aparentemente com medo de chuva.

Na parada de Lewis Hamilton, Kimi Raikkonen conseguiu forçar e passou a frente do seu principal rival. Valtteri Bottas assumiu a ponta na parada de seu companheiro de equipe. Este fez um bom trabalho de equipe e os três começaram a fazer uma briga franca pela liderança.

Sebastian Vettel foi para seu segundo pitstop, voltou para a décima colocação e precisou recomeçar sua recuperação. Seu desempenho o levou até o quinto posto. Quando o finlandês da Mercedes foi para os boxes, a briga voltou a ser entre Raikkonen e Hamilton.

Na 45ª volta, o britânico conseguiu ficar lado a lado na curva e fez a ultrapassagem na curva. Aproveitando as bolhas no carro do finlandês da Ferrari, Hamilton conseguiu abrir boa vantagem e garantir o primeiro posto.

Confira a ordem de chegada:

1 ? Lewis Hamilton (Mercedes/Grã-Bretanha)

2 ? Kimi Raikkonen (Ferrari/Finlândia)

3 ? Valtteri Bottas (Mercedes/Finlândia)

4 ? Sebastian Vettel (Ferrari/Alemanha)

5 ? Max Verstappen (Red Bull/Holanda)

6 ? Romain Grosjean (Hass/França)

7 ? Esteban Ocon (Force India/França)

8 ? Sergio Pérez (Force India/México)

9 ? Carlos Sainz (Renault/Espanha)

10 ? Lance Stroll (Williams/Canadá)

11 ? Sergey Sirotkin (Williams/Rússia)

12 ? Charles Leclerc (Sauber/França)

13 ? Stoffel Vandoorne (McLaren/Bélgica)

14 ? Nico Hulkenberg (Renault/Alemanha)

15 ? Pierre Gasly (Toro Rosso/França)

16 ? Marcus Ericsson (Sauber/Suécia)

17 ? Kevin Magnussen (Haas/Dinamarca)

Abandonaram:

Brendon Hartley (Toro Rosso/Austrália)

Fernando Alonso (McLaren/Espanha)

Daniel Ricciardo (Red Bull/Austrália)

Gazeta Esportiva

TAGS