Ygor Coelho cai nas oitavas do Mundial, mas sai aclamado pelo públicoMais Esportes | Esportes O POVO 

PUBLICIDADE
Esportes


Ygor Coelho cai nas oitavas do Mundial, mas sai aclamado pelo público

Ygor Coelho segue construindo seu nome na história do badminton. Nesta quinta-feira, o brasileiro acabou eliminado nas oitavas de final do Mundial em Nanjing, na China, pelo taiwanês Chou Tien-chen por 21-11, 21-7. Apesar da derrota, o jovem de 21 anos chamou a atenção e ganhou a admiração de muitos torcedores. Atual 39º do ranking mundial, Ygor [?]

18:15 | 02/08/2018

Ygor Coelho segue construindo seu nome na história do badminton. Nesta quinta-feira, o brasileiro acabou eliminado nas oitavas de final do Mundial em Nanjing, na China, pelo taiwanês Chou Tien-chen por 21-11, 21-7. Apesar da derrota, o jovem de 21 anos chamou a atenção e ganhou a admiração de muitos torcedores.

Atual 39º do ranking mundial, Ygor teve seu nome gritado pela torcida em diversos momentos e despertou inclusive o interesse da imprensa internacional. ?O badminton mudou minha vida. Aprendi inglês, viajo pelo planeta, tenho boas experiências e amigos em todo mundo. Aprendi muito com o badminton?, valorizou o atleta em declaração à .

Ygor teve uma infância difícil na favela do Chacrinha, na zona oeste do Rio de Janeiro. Começou a jogar badminton aos três anos graças a seu pai Sebastião Dias de Oliveira, professor de educação física e técnico da modalidade. ?Meu pai criou um projeto social de badminton na favela para ajudar as pessoas a não irem pelo mau caminho, às drogas e esse tipo de coisas. Meus amigos entraram neste tipo de vida e alguns deles morreram. Eu cheguei até aqui e para alguns deles (do projeto) sou como um herói. Estão tentando seguir o mesmo caminho que eu?, relatou.

O esporte ainda é pouco conhecido no Brasil, mas Ygor acredita que isso está mudando, especialmente após a Rio 2016. ?Agora as pessoas estão seguindo mais e está se tornando mais popular?, destacou Ygor, que já pensa nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. ?Sonhava com isso quando era criança, mas nunca esperei?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS