Ruan Renato descarta time do Vitória rachado após saída de ManciniMais Esportes | Esportes O POVO 

PUBLICIDADE
Esportes


Ruan Renato descarta time do Vitória rachado após saída de Mancini

O Vitória perdeu não só o último jogo do Brasileirão, como também o seu comandante, Vágner Mancini. Já com o interino João Burse, o time busca reagir no campeonato e se distanciar da zona de rebaixamento. Apesar de ter conseguido vencer as últimas três partidas no Barradão, o Leão não só perde em casa, mas [?]

15:30 | 02/08/2018

O Vitória perdeu não só o último jogo do Brasileirão, como também o seu comandante, Vágner Mancini. Já com o interino João Burse, o time busca reagir no campeonato e se distanciar da zona de rebaixamento. Apesar de ter conseguido vencer as últimas três partidas no Barradão, o Leão não só perde em casa, mas sofre muitos gols, o que leva a defesa rubro-negra a ser a mais vazada com 31 gols sofridos.

O próximo compromisso do Vitória é dentro de casa contra o Cruzeiro, o zagueiro Ruan Renato falou, em entrevista coletiva, o quão importante é jogar ao lado do torcedor. ?O fator casa tem sido muito bom. A gente vem de três vitorias [em casa]. É uma oportunidade de reverter a rodada passada. A gente está se preparando muito bem. Vamos trabalhar forte para conseguir a vitória?, disse.

?O torcedor é muito importante para nós. Mesmo a gente sabendo que eles estão magoados, a gente conta com a presença deles no Barradão. Se já é difícil com eles, sem eles fica mais difícil ainda. Espero que eles possam vir aqui, dar o apoio, porque eu dou a certeza que vamos nos entregar ao máximo para dar a vitória?, completou o zagueiro.

Sobre os boatos que levantaram um possível rachão no time, Ruan desmentiu. ?Nosso grupo é bem unido. Não consigo ver nenhum racha no elenco. O que está acontecendo em campo não condiz com que o grupo é. Nosso grupo é junto, todo mundo se uniu para ajudar o Vitória nessa fase que vive. A gente senta, a gente conversa, todo mundo querendo ajudar, porque todo mundo não quer que o Vitória passe pelo que passou no ano passado. A gente não quer a questão de ficar brigando lá embaixo; a gente quer uma consistência para ficar ali do meio da tabela para frente. É isso que a gente foca hoje aqui no Vitória?, afirmou.

Gazeta Esportiva