Murray busca nova virada e avança às quartas de final em WashingtonMais Esportes | Esportes O POVO 

PUBLICIDADE
Esportes


Murray busca nova virada e avança às quartas de final em Washington

O ATP 500 de Washington têm servido para Andy Murray, entre outras coisas, evidenciar que os problemas e a cirurgia no quadril fazem parte do passado. Na madrugada desta sexta-feira, o britânico ficou por 3h dentro da quadra para vencer, em mais uma virada, o romeno Marius Copil por 2 sets a 1, com parciais [?]

09:15 | 03/08/2018

O ATP 500 de Washington têm servido para Andy Murray, entre outras coisas, evidenciar que os problemas e a cirurgia no quadril fazem parte do passado. Na madrugada desta sexta-feira, o britânico ficou por 3h dentro da quadra para vencer, em mais uma virada, o romeno Marius Copil por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (5-7), 6/3 e 7/6 (7-4). O triunfo garantiu o ex-número um do mundo nas quartas de final do torneio em solo americano.

Nas três partidas em que entrou em quadra nos Estados Unidos, Murray disputou os três sets. Antes desta sexta, o atual número 832 do ranking virou sobre o anfitrião Mackenzie McDonald e teve um duelo muito equilibrado com Kyle Edmund. Com a classificação, o britânico enfrenta o australiano Alex de Minaur, que derrotou o sul-coreano Hyeon Chung por 6/2, 4/6 e 6/2, na noite desta sexta.

O início do jogo mostrou Murray com dificuldades para confirmar seu serviço, enquanto seu adversário tinha esse ponto como um dos mais fortes de sua atuação. Logo no primeiro set, o britânico enfrentou quatro break points e teve um início muito consistente de tie-break, abrindo cinco a zero. porém, a intensidade deu lugar a um rendimento muito fraco, que culminou na derrota parcial para Copil, que teve no saque seu diferencial.

Mais tranquilo, Murray entrou no segundo set quebrando o serviço do adversário e repetindo a dose no nono game para vencer a parcial e empatar o jogo. No set decisivo, o saque voltou a ser uma arma forte do ex-número um do mundo, que viu o romeno esboçar uma reação e levar para o tie-break. Entretanto, o britânico usou da experiência e da qualidade de seu jogo para vencer e avançar em Washington.

Gazeta Esportiva

TAGS