?Meu tênis está melhorando com o tempo?, afirma MurrayMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


?Meu tênis está melhorando com o tempo?, afirma Murray

Buscando se recuperar dos problemas físicos e retomar o alto nível que sempre teve na carreira, Andy Murray tem a chance de brilhar novamente no Aberto dos Estados Unidos. Campeão em 2012, o britânico afirmou que está se sentindo cada vez mais confiante e que tentará um bom resultado no torneio americano. ?Meu tênis está [?]

21:15 | 25/08/2018

Buscando se recuperar dos problemas físicos e retomar o alto nível que sempre teve na carreira, Andy Murray tem a chance de brilhar novamente no Aberto dos Estados Unidos. Campeão em 2012, o britânico afirmou que está se sentindo cada vez mais confiante e que tentará um bom resultado no torneio americano.

?Meu tênis está melhorando com o tempo, esto percebendo isso. O que eu preciso é estar em quadra com mais consistência até o final da temporada. Minha expectativa é dar o meu melhor em todos jogos. Espero que meu tênis melhore fazendo isso. É muito difícil prever o quão longe vou chegar aqui no Us Open. Vou pensar em uma partida de cada vez?, afirmou Murray.

?Todas as lesões são completamente diferentes, não são iguais. Algumas são mais sérias que outras. Alguém que fica fora de quadra por algumas semanas com uma lesão muscular está em uma situação bem diferente de alguém que se recupera de uma cirurgia em determinadas partes do corpo. Sinto que assim que meu corpo estiver bom de novo, o que leva tempo quando você joga poucos jogos em um ano, tenho certeza que meu nível voltará a ser competitivo?, continuou o tenista britânico.

Por fim, Murray ressaltou os bons momentos que já passou no torneio em edições anteriores. ?Eu tenho lembranças fantásticas de Nova York, dos tempos de juvenil, da minha primeira final de Slam, e obviamente porque eu ganhei meu primeiro Grand Slam aqui. A verdade é que estou feliz por poder voltar a competir aqui. Foi difícil não jogar no ano passado, mas estou extremamente satisfeito por estar de volta?.

Atual número 378 do mundo, Murray tem a chance de subir no ranking da ATP e retomar, aos poucos, o alto nível de tênis que apresentou na temporada de 2016, quando esteve pela primeira vez no topo. Para isso, o britânico precisa superar o australiano Duckworth na estreia pelo último Grand Slam da temporada.

Gazeta Esportiva

TAGS