Felipe Massa mostra ressentimento com Piquet desde episódio em 2008Mais Esportes | Esportes O POVO 

PUBLICIDADE
Esportes


Felipe Massa mostra ressentimento com Piquet desde episódio em 2008

O gosto amargo perdura na boca de Felipe Massa, que, há 10 anos, viu sua melhor chance de se tornar campeão mundial de Fórmula 1 escapar no detalhe. Mesmo garantindo ter a consciência tranquila, o piloto brasileiro revelou guardar mágoa de Nelson Piquet em função de um episódio específico daquela temporada. No GP de Singapura, [?]

13:30 | 02/08/2018

O gosto amargo perdura na boca de Felipe Massa, que, há 10 anos, viu sua melhor chance de se tornar campeão mundial de Fórmula 1 escapar no detalhe. Mesmo garantindo ter a consciência tranquila, o piloto brasileiro revelou guardar mágoa de Nelson Piquet em função de um episódio específico daquela temporada. No GP de Singapura, o compatriota forçou uma batida para que o Safety Car entrasse na pista e sacramentasse a vitória do companheiro de Renault Fernando Alonso. O fato foi confirmado por Piquet, um ano depois da corrida.

?Perguntei se ele havia batido por querer, e ele disse: ?não, não?. E aí, depois de alguns meses, ele falou que tinha batido por querer. Então, já falei disso com ele. Na verdade, acho muito triste um piloto fazer uma coisa como essa?, revelou o ex-piloto da Ferrari. ?Então, não tenho uma relação tão próxima do Nelsinho e ele também nunca veio conversar comigo. Não se desculpar, porque ele não bateu para me prejudicar?, completou, em entrevista concedida ao jornal O Popular, de Goiânia.

?Era uma corrida que eu estava em primeiro e tinha feito a pole. Tinha a corrida no bolso, tranquilo. E aconteceu tudo aquilo. Uma ?sacanagem?, no final. E isso me tirou dez pontos, o que valia a vitória naquela época?, ressaltou.

Felipe terminou o Circuito Mundial de 2008 na segunda colocação, atrás apenas de Lewis Hamilton, que, na época com apenas 23 anos de idade, venceu seu primeiro título na categoria. O brasileiro chegou à corrida final, no GP do Brasil, em Interlagos, precisando vencer e torcendo para que o britânico cruzasse a linha de chegada no máximo em sexto. Sua parte foi feita, mas o rival alcançou a quinta colocação nas últimas voltas e acabou se sagrando campeão naquele ano.

?Aconteceu do jeito que tinha que acontecer. Não dependia de mim. Eu venci a corrida (em Interlagos), e o melhor resultado que você pode conseguir é primeiro. Isso eu fiz. Mas dependia também da posição que o Hamilton chegasse no final. E aí acabou que com a chuva e os acontecimentos que tivemos, ele acabou passando o Timo Glock na última curva, ou alguns metros antes, e acabou chegando na frente, mas foi um ano maravilhoso. Fiz um ano perfeito, tinha tudo para vencer o campeonato?, afirmou.

Felipe Massa voltará às pitas para a Corrida do Milhão da Stock Car, no próximo domingo, dia cinco de agosto, no Autódromo Internacional de Goiânia.

 

Gazeta Esportiva

TAGS