Algoz de Thiago Monteiro elimina cabeça-de-chave e avança na AústriaMais Esportes | Esportes O POVO 

PUBLICIDADE
Esportes


Algoz de Thiago Monteiro elimina cabeça-de-chave e avança na Aústria

Nesta quarta-feira, Denis Istomin teve mais uma partida consistente e avançou até às quartas de final do ATP 250 de Kitzbuhel. Algoz do brasileiro Thiago Monteiro, já que eliminou o cearense na última rodada do qualifying, o uzbeque venceu, de virada, o experiente tenista alemão Philipp Kohlschreiber por 2 sets a 1, parciais 5/7, 6/3 [?]

11:15 | 01/08/2018

Nesta quarta-feira, Denis Istomin teve mais uma partida consistente e avançou até às quartas de final do ATP 250 de Kitzbuhel. Algoz do brasileiro Thiago Monteiro, já que eliminou o cearense na última rodada do qualifying, o uzbeque venceu, de virada, o experiente tenista alemão Philipp Kohlschreiber por 2 sets a 1, parciais 5/7, 6/3 e 6/1 e agora enfrenta outro germânico, desta vez, o jovem Maximilian Marterer.

A vitória diante de Kohlschreiber não foi das mais fácil, já que o atleta do uzbeque começou a partida perdendo o primeiro set por 7/5 e precisou jogar no seu limite para reverter o placar. Com um bom serviço e um forehand agressivo, Istomin melhorou nos sets seguintes e venceu a partida ao ganhar as duas parciais seguintes perdendo apenas quatro games.

Curiosamente, Istomin ficou a um game de não jogar mais o torneio de Kitzbuhel em 2018, já que o brasileiro Thiago Monteiro teve 5/4, a seu favor, no duelo entre os dois. No entanto, o melhor tenista do Brasil ranqueado perdeu um match point, viu o uzbeque quebrar seu serviço e ganhar os dois games seguintes para fechar o jogo em 2 sets a 1 e entrar na chave principal do torneio austríaco.

Com mais uma vitória nesta semana, Istomin vai em busca do seu terceiro título na carreira. O primeiro troféu veio no final da temporada de 2015, em Nottingham, na Inglaterra, vencendo na grande decisão o americano Sam Querrey.  Dois anos depois levantou o segundo ?caneco?, quando o tenista do Uzbequistão mal precisou ficar em quadra, pois o seu adversário, o cipriota Marcos Baghdatis, pediu desistência do confronto após o fim do quinto game.

Mesmo com os dois títulos, o maior momento da carreira do atual número 95 do ranking aconteceu quando não levantou o troféu. No começo de 2017, Istomin surpreendeu o mundo do tênis ao vencer o ex-número um do mundo Novak Djokovic na segunda rodada do Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam da temporada e torneio que o sérvio é o maior campeão,ao lado de Federer, com seis conquistas.

Gazeta Esportiva

TAGS