?A Mercedes não está acostumada com a pressão?, afirma chefe da FerrariMais Esportes | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


?A Mercedes não está acostumada com a pressão?, afirma chefe da Ferrari

Principais construtoras da Fórmula 1 nos últimos anos, Mercedes e Ferrari vivem uma intensa disputa até fora das pistas. Em entrevista durante a demonstração da modalidade na cidade de Milão, Maurizio Arrivabene, chefe da equipe italiana, os rivais não estão acostumados a lidar com a pressão, situação que pode definir quem sairá campeão na atual temporada. ?Eles [?]

10:15 | 30/08/2018

Principais construtoras da Fórmula 1 nos últimos anos, Mercedes e Ferrari vivem uma intensa disputa até fora das pistas. Em entrevista durante a demonstração da modalidade na cidade de Milão, Maurizio Arrivabene, chefe da equipe italiana, os rivais não estão acostumados a lidar com a pressão, situação que pode definir quem sairá campeão na atual temporada.

?Eles não estão acostumados com isso. Nas últimas temporadas, estávamos com nossa cabeça pra baixo, levamos golpes dos dois lados, tanto pela esquerda como pela direita, porém sempre nos levantávamos. Nós estamos acostumados com isso, essa é a verdade. Eles não, então o discurso feito para nossos jovens é: vamos mantê-los sob pressão?, afirmou o chefe da Ferrari.

?É uma recuperação, mas não podemos esquecer que ainda estamos atrás deles na classificação geral. Temos de colocar isso na cabeça, que ganhar uma corrida não ganhamos necessariamente o campeonato. Esse é o nosso objetivo. Precisamos colocar a pressão na Mercedes,pois eles não estão acostumados com isso?, ressaltou Maurizio Arrivabene.

Nesta temporada, a briga pelo título está entre Lewis Hamilton e Sebastian Vettel, que estão com uma larga vantagem em relação aos demais competidores. Com 231 pontos, o britânico tem 17 pontos a mais do que o rival alemão, que, assim como ele, também busca o seu quinto título na Fórmula 1.

Gazeta Esportiva

TAGS