PUBLICIDADE
Esportes

Rosberg critica postura agressiva de Vettel no GP da Alemanha

Nico Rosberg, campeão da Fórmula 1 em 2016 e atualmente comentarista de automobilismo, participou da transmissão do GP da Alemanha, realizado no último domingo, pela emissora britânica Sky Sports, e comentou sobretudo a respeito da batida de Sebastian Vettel. O alemão largou na pole position e liderava a prova, mas viu seu maior rival, Lewis Hamilton, [?]

12:45 | 24/07/2018

Nico Rosberg, campeão da Fórmula 1 em 2016 e atualmente comentarista de automobilismo, participou da transmissão do GP da Alemanha, realizado no último domingo, pela emissora britânica Sky Sports, e comentou sobretudo a respeito da batida de Sebastian Vettel. O alemão largou na pole position e liderava a prova, mas viu seu maior rival, Lewis Hamilton, vencer a corrida e retomar a liderança do mundial.

Na visão de Rosberg, Vettel acabou por ?jogar a vitória? por conta da postura agressiva que adotou. Para o ex-piloto, faltou cautela para o compatriota.

?Ele jogou fora. Sim, as condições estavam complicadas, sabemos disso, e elas são ainda piores para um piloto, porque é muito difícil. Mas ele ainda tinha uma vantagem para os caras de trás, ele poderia ter ido com mais calma, mais devagar, mas acabou no muro. Isso é muito ruim?Você sabe que a Sachskurve é uma das curvas que não se tem margem de erro. Então ali você precisa de ainda mais cautela, o que ele não teve. Ele foi muito agressivo?, disse.

Já Max Verstappen, piloto da Red Bull de 20 anos de idade que ocupa a sexta colocação no mundial, saiu em defesa do alemão. Para o holandês, o erro de Vettel foi normal.

?Estava super desafiador na pista, principalmente naquela pista. Mesmo com a menor das travadas, você saía da pista na hora. Estava realmente bem complicado. Então coisas assim acontecem. Poderia facilmente ter acontecido com outra pessoa. Você procura aderência por toda a pista, mas você não quer se arriscar muito por já ter bons pontos garantidos. Você não quer arriscar tudo saindo da pista. Lidar com esses riscos é muito difícil?, declarou.

Gazeta Esportiva

TAGS