PUBLICIDADE
Esportes

Há 10 anos acontecia a última dobradinha brasileira em pódio da Fórmula 1

14:45 | 20/07/2018
NULL
NULL

[FOTO1] Exatos 10 anos atrás, em 20 de julho de 2008, a Fórmula 1 via pela última vez duas bandeiras brasileiras no pódio de um GP da categoria, com Nelsinho Piquet e Felipe Massa. Hoje, sem nenhum representante, o Brasil vive uma incógnita na F1, sem nomes aspirantes com chances de trazer de volta a tradição do esporte para o país. Naquele ano de 2008, no entanto, Massa teve seu melhor momento na carreira, disputando o título mundial com Lewis Hamilton até a última curva do último GP.

No GP da Alemanha, o panorama do campeonato era de total equilíbrio, com Hamilton, Massa e Kimmi Raikkonen empatados com 48 pontos e Robert Kubica logo atrás com 46, após oito provas. A corrida em Hockenheim contou com uma boa disputa entre o inglês e o brasileiro, mas terminou com outro brasileiro levando a melhor, Piquet foi favorecido pela estratégia e conseguiu a segunda posição no final das contas.

Largando na primeira fila, Hamilton e Massa travaram a busca pela liderança na maior parte do tempo, enquanto Nelsinho saiu apenas da 17ª colocação. A reviravolta na corrida aconteceu quando Timo Glock bateu num muro depois de uma quebra na sua suspensão traseira. A batida espalhou peças do carro do alemão pela pista e o safety car foi acionado. Foi nesse ponto que Nelsinho levou a melhor, graças à estratégia do brasileiro, de fazer apenas um pit stop, enquanto os outros pilotos optaram por dois.

Nelsinho também contou com a sorte. O safety car entrou na hora que o piloto da Renault estava fazendo sua parada, o que fez com que ele não precisasse esperar que os carros se agrupassem atrás do Safety Car para o pit lane ser aberto. Assim, o brasileiro pulou para a terceira posição e sem precisar parar mais uma vez, ainda conseguiu ganhar mais um lugar e fechar a corrida atrás de Hamilton.

Massa ainda tentou ir para cima do compatriota nas últimas voltas, mas sem sucesso. Assim, o inglês cruzou a linha de chegada com 5s586 de vantagem sobre Piquet, 3s8 na frente do outro brasileiro. Essa foi a primeira vez que o Brasil chegava com dois pilotos entre os três primeiros depois de 1991, quando Nelson Piquet pai e Ayrton Senna fizeram uma dobradinha no GP da Bélgica. O resultado de 2008 foi o melhor de Nelsinho na categoria e para Massa, o manteve na cola de Hamilton, que após a vitória abriu quatro pontos sobre o brasileiro.

 

 

 


Gazeta Esportiva

TAGS