PUBLICIDADE
Esportes

Campeão, Chamorro quer competir mais ?dois ou três anos?

A 72ª edição da Prova Ciclística Internacional 9 de Julho teve Francisco Chamorro como o grande vencedor da categoria elite masculina. Aos 36 anos, o argentino se mostrou muito disposto e espera pedalar por mais alguns anos. ?Pretendo correr mais dois ou três anos. Enquanto eu tiver condições de seguir pedalando, eu vou continuar. Isso é [?]

14:30 | 09/07/2018

A 72ª edição da Prova Ciclística Internacional 9 de Julho teve Francisco Chamorro como o grande vencedor da categoria elite masculina. Aos 36 anos, o argentino se mostrou muito disposto e espera pedalar por mais alguns anos.

?Pretendo correr mais dois ou três anos. Enquanto eu tiver condições de seguir pedalando, eu vou continuar. Isso é o que me move?, afirmou o ciclista em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva.

Com o triunfo, o atleta se tornou bicampeão da prova mais tradicional do Brasil. O primeiro título foi conquistado em 2010. Ele destacou a importância e a honra de ser um dos poucos que ostentam está marca. Além disso, disse que pretende seguir com o bom trabalho para alcançar mais títulos.

?É a corrida mais importante que temos no calendário nacional. Os melhores corredores brasileiros já venceram essa prova e eu entrei nessa seleta lista. Vou continuar trabalhando para tentar vencer outras vezes e agora tenho mais objetivos pela frente?, relatou o argentino.

Chamorro ainda ressaltou que a equipe tinha uma estratégia montada e que já conhecia a região. ?Tem um circuito plano, com muito vento. É um trajeto muito técnico, em que as fugas precisam ser controladas?.

O campeão salientou a importância de todos os componentes de sua equipe, a Funvic. A infraestrutura, sediada em São José do Campos, e a forma com que os treinos são conduzidos são o principal ponto de vantagem do time.

?Quando temos competições importantes, como a 9 de Julho, a cada dez dias, ficamos uma semana concentrados. É um lugar maravilhoso e isso faz toda a diferença, treinar em equipe dá uma energia positiva. Ficamos mais focado e concentrado para as provas?, disse o experiente atleta.

Além do equilíbrio do conjunto, o argentino destacou a relevância de um bom preparado individual. ?Precisa ter um pouco de cabeça, de paciência, ser frio. Quando a cabeça e o corpo estão em sintonia, você só precisa esperar seu momento para atingir o objetivo. Consegui vencer a prova com esse pensamento?.

Morando no Brasil a 12 anos, o experiente ciclista falou sobre sua conexão com o país. ?Já me sinto um brasileiro. Meu português não é tão legal, mas eu consigo me virar (risos). Eu consigo entender muito bem. Metade da minha vida eu passei aqui no Brasil, me sinto um brasileiro?, concluiu Chamorro.

Confira os resultados da 72ª edição da 9 de Julho:

Elite Feminino

Elite Masculino

Federados Feminino

Federados Masculino

Aspirante Feminino ? Geral

Aspirante Feminino ? Categoria

Aspirante Masculino ? Geral

Aspirante Masculino ? Categoria

Gazeta Esportiva

TAGS