PUBLICIDADE
Esportes

Bronze no Mundial, Caio Bonfim sofre suspensão de seis meses por doping

Caio Bonfim, bronze na prova de 20km no Mundial de Atletismo de 2017, foi suspenso por doping por um período de 6 meses. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (20) pela Unidade de Integração de Atletas. O brasileiro foi flagrado com a substância Bumetanida, um diurético proibido pela Agência Mundial Antidoping (Wada). Apesar de confirmado o uso [?]

15:30 | 20/07/2018

Caio Bonfim, bronze na prova de 20km no Mundial de Atletismo de 2017, foi suspenso por doping por um período de 6 meses. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (20) pela Unidade de Integração de Atletas. O brasileiro foi flagrado com a substância Bumetanida, um diurético proibido pela Agência Mundial Antidoping (Wada).

Apesar de confirmado o uso da substância antes da prova do mundial ano passado, ele não perdeu a medalha conquistada no ano passado. A punição passou a contar a partir do dia 1º de março de 2018, ou seja, Caio estará apto a competir novamente a partir de setembro.

O teste de Caio aconteceu entre os dias 28 e 30 de maio de 2017, pouco antes de participar de um evento em La Coruña, na Espanha. O brasileiro encerrou a prova na sexta posição. Os dois exames tiveram resultado positivo para a substância, que, dependendo da tese jurídica e das provas, pode dar até quatro anos de gancho. Notificado no mês seguinte, Caio recorreu a advogados e alegou contaminação cruzada de um dos quatro suplementos manipulados que o atleta usa.

Caio colocou o Brasil pela primeira vez no pódio da marcha atlética mundial em 2017 e é o maior nome da modalidade no país.

 

Gazeta Esportiva

TAGS