PUBLICIDADE
Esportes

Primeiro brasileiro campeão mundial de vela morre aos 79 anos

Morreu neste domingo Axel Schmidt, primeiro brasileiro a se sagrar campeão mundial de vela. Ao lado do irmão gêmeo, Erik, com quem formava a dupla conhecida como ?gêmeos do mar?, Axel foi pioneiro na modalidade no Brasil, conquistando o ouro nos Jogos Pan-Americanos de Chicago 1959 e a prata em São Paulo 1963. O velejador morreu aos [?]

12:45 | 11/06/2018

Morreu neste domingo Axel Schmidt, primeiro brasileiro a se sagrar campeão mundial de vela. Ao lado do irmão gêmeo, Erik, com quem formava a dupla conhecida como ?gêmeos do mar?, Axel foi pioneiro na modalidade no Brasil, conquistando o ouro nos Jogos Pan-Americanos de Chicago 1959 e a prata em São Paulo 1963. O velejador morreu aos 79 anos.

Filho do dinamarquês Preben Schmidt, Axel, junto com seu irmão gêmeo Erik, foram os pioneiros do que viria a ser a ?Família Schmidt Grael?. Ao lado de Antonio Figueira Barbosa, os dois irmãos foram os primeiros velejadores brasileiros a conquistar uma medalha de ouro internacional, nos Jogos Pan-Americanos de Chicago-1959, na classe Lightning. Quatro anos depois, levariam a prata no Pan de São Paulo.

Axel e Erik foram também os primeiros campeões mundiais da vela brasileira. Conquistaram de forma consecutiva o tricampeonato mundial da Snipe (1961/1963/1965), um feito até hoje único na classe. A dupla disputou ainda duas edições de Jogos Olímpicos, na Cidade do México em 1968 (classe Star) e Munique, em 1972 (classe Soling).

Posteriormente, Axel dedicou-se, junto com o irmão, a preparar os sobrinhos para a vela. Torben e Lars Schmidt Grael viriam a ganhar sete medalhas olímpicas. Filha de Torben, Martine Grael hoje dá sequência a essa história de família, tendo sido campeã olímpica nos Jogos Rio 2016.

O sobrinho Lars Grael publicou uma mensagem em suas redes sociais em que agradece os ensinamentos do tio e enaltece a carreira vitoriosa do familiar. A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) foi outra a lamentar a morte do ícone do esporte brasileiro.

Gazeta Esportiva

TAGS