PUBLICIDADE
Esportes

Mercedes trocará o motor para o GP do Canadá

Buscando voltar ao lugar mais alto do pódio no Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1, que acontece neste fim de semana, a Mercedes promoverá a primeira troca programada dos motores dos carros de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas. A escuderia alemã quer voltar a superar Ferrari e Red Bull, que chegaram à sua frente [?]

18:45 | 05/06/2018

Buscando voltar ao lugar mais alto do pódio no Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1, que acontece neste fim de semana, a Mercedes promoverá a primeira troca programada dos motores dos carros de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas. A escuderia alemã quer voltar a superar Ferrari e Red Bull, que chegaram à sua frente no último GP, em Mônaco. Cada equipe pode usar até três motores diferentes para cada piloto.

O diretor-executivo da equipe, Toto Wolff, explicou a decisão. ?Esperamos um certo número de construtores realizando a troca programada de suas unidades de potência neste fim de semana?, afirmou. ?Estamos trabalhando duro para trazer mais performance ao carro assim que possível.?

Wolff também ressaltou que, apesar do bom desempenho da Mercedes em Montreal nos últimos anos, a equipe não vê garantias de bons resultados. ?Nos anos recentes a Mercedes se saiu bem em Montreal, sendo um dos circuitos de maior sucesso de Lewis?, disse. ?Todavia, desempenhos passados não garantem sucesso neste ano?.

Nas últimas três temporadas, a Mercedes domina o Grande Prêmio de Mônaco. São três vitórias de Lewis Hamilton no período, incluindo duas dobradinhas: em 2015, com Nico Rosberg, e em 2017, com Valtteri Bottas. A escuderia lidera o Mundial de Construtores com 178 pontos, 22 à frente da Ferrari. Hamilton é o líder do Mundial de Pilotos, enquanto Bottas é o quarto colocado.

Gazeta Esportiva

TAGS