PUBLICIDADE
Esportes

Leist lamenta estratégia em corrida da Indy: ?Não funcionou?

Depois da vitória de Ryan Hunter-Reay no Grande Prêmio de Detroit, o brasileiro de somente 19 anos, Matheus Leist, comentou sua colocação na corrida. Após chegar em 14ª, o jovem piloto lamentou a estratégia utilizada no percurso e a chance desperdiçada de figurar no top 10. ?Nosso ritmo de prova foi melhor hoje (em relação [?]

21:30 | 03/06/2018

Depois da vitória de Ryan Hunter-Reay no Grande Prêmio de Detroit, o brasileiro de somente 19 anos, Matheus Leist, comentou sua colocação na corrida. Após chegar em 14ª, o jovem piloto lamentou a estratégia utilizada no percurso e a chance desperdiçada de figurar no top 10.

?Nosso ritmo de prova foi melhor hoje (em relação à corrida de sábado): consegui uma boa largada e ultrapassar vários pilotos para andar no top 10. A gente tinha plenas condições de terminar a corrida entre os oito primeiros, mas infelizmente a nossa estratégia de pit-stop acabou não funcionando. Mas na Indy é assim mesmo: hoje não foi nosso dia, mas numa próxima etapa a gente pode se beneficiar de uma estratégia diferente?, afirmou

?Tivemos que economizar muito combustível e pneu, e ao final da prova, com a pouca quantidade de amarelas, ficou claro que a estratégia de três paradas teria sido mais eficiente?, continuou, antes de completar.

?Mas de positivo fica a certeza de que fomos mais competitivos nesta corrida 2 e esperamos que na próxima etapa a gente mantenha este ritmo para ficar no top 10?, finalizou.

Matheus Leist ocupa a 17ª colocação na tabela de classificação de pilotos, com 125 pontos conquistados. A próxima etapa da Fórmula Indy será no próximo sábado, no circuito de Texas Motor Speedway, em Fort Worth, no Texas.

Gazeta Esportiva

TAGS