PUBLICIDADE
Esportes

Depois de dez anos, oposto Banderó volta ao Brasil e acerta com Campinas

Anunciado nesta sexta-feira, o oposto de 2,04m, Felipe Banderó completou a lista do Vôlei Renata para a próxima temporada. O oitavo reforço dos liderados pelo técnico Horacio Dileo volta ao Brasil depois de dez anos para comandar o ataque campineiro. Fora do País, Banderó esteve na Itália, onde atuou três temporada em Vibo Valentia, Corigliano [?]

14:15 | 08/06/2018

Anunciado nesta sexta-feira, o oposto de 2,04m, Felipe Banderó completou a lista do Vôlei Renata para a próxima temporada. O oitavo reforço dos liderados pelo técnico Horacio Dileo volta ao Brasil depois de dez anos para comandar o ataque campineiro.

Fora do País, Banderó esteve na Itália, onde atuou três temporada em Vibo Valentia, Corigliano e Castellana. Ele esteve também no Pallavolo Lugano, da Suíça, faturando duas vezes o prêmio de melhor estrangeiro e de maior pontuador. Em seguida foi para a Polônia e, de lá, o destino foi a Coreia do Sul, onde, no Suwon KEPCO Vixtorm, foi eleito MVP (jogador mais valioso) da Copa da Coréia.

Antes de fazer extensa carreira na Ásia e na Europa, Banderó chegou a disputar a Superliga com a camisa do Vôlei Futuro, além do Volta Redonda e do São Caetano. Ainda no juvenil, fez parte da geração brasileira campeã Sul-Americana, em 2006, e Mundial, em 2007.

?Sai do Brasil muito cedo, mas tinha certa experiência porque disputei minha primeira Superliga com 17 anos?, comentou o oposto. ?Estou bastante motivado em voltar para o Brasil e, mais ainda, em atuar no Vôlei Renata. Conheço vários jogadores que estarão aqui e acredito que será um excelente grupo?.

Com a contratação, o Campinas tem o elenco formado para a próxima temporada. Gonzalez e Matheus serão os levantadores, Bruno Temponi, Vaccari, Bruno Canuto e Renan, os ponteiros. O time também conta com Luizinho, Vini e Michel como centrais, bem como os líberos Lukinha e Bruno Bello e os opostos Felipe Banderó e Daniel.

Gazeta Esportiva

TAGS